Seixal, Sociedade

Candidatura para a construção do quartel da Associação Humanitária de Bombeiros Mistos de Amora foi aprovada

Foto de Luis Miguel Martins / Camara Municipal do Seixal

A Câmara Municipal do Seixal, a Junta de Freguesia de Amora e a Associação Humanitária de Bombeiros Mistos de Amora (AHBMA) congratulam-se pela aprovação da candidatura, ao POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, da construção do quartel da associação.

Após diversas ações de reivindicação, junto da tutela, por parte das autarquias do Concelho do Seixal, da Associação Humanitária de Bombeiros Mistos de Amora (AHBMA) e da população para a construção urgente deste equipamento, o quartel vai ser uma realidade.

O quartel, enquanto unidade operacional, é fundamental para elevar o nível de prontidão de recursos humanos, de equipamentos e de um garante de bem servir a população.

A associação está  atualmente instalada numa sede provisória, numa antiga fábrica devoluta, que não reúne as condições necessárias para que os 73 operacionais da corporação possam socorrer os cerca de 50 000 habitantes da sua freguesia, uma das maiores freguesias do país.

A AHBMA paga mensalmente 2 850 euros de renda pelas instalações onde funciona, sendo o espaço desadequado, degradado, sem condições nem dignidade. Há humidade, frio, goteiras e infiltrações. As instalações não têm espaço coberto para as viaturas, serviços operacionais, logísticos e administrativos. As obras realizadas para minimizar as condições do edifício são executadas pelos bombeiros, com o apoio de materiais cedidos pelas autarquias.

A autarquia cedeu o terreno de 7000 m2 e apoiou o financiamento dos projetos de execução e o processo de candidatura.

Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal do Seixal, informou que a construção do quartel “tem um investimento previsto na ordem de 1 milhão de euros, sendo que os fundos europeus poderão apoiar cerca de 600 mil euros e o restante será assegurado pela autarquia”.

O novo quartel

O novo edifício do corpo de bombeiros de Amora será organizado em dois blocos: um central, onde se agregam as áreas de comando, gestão, administração emergências e alojamento, e outro transversal a este, destinado ao aparcamento de viaturas, oficinas e arrumos. O novo quartel terá uma localização estratégica do ponto de vista das acessibilidades e permitirá à associação cumprir com as exigências funcionais inerentes às atividades operacionais, dar condições dignas aos Bombeiros e prestar um melhor serviço às populações.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *