Destaque, Educação, Évora

Alunos das freguesias rurais vieram conhecer mais sobre o património de Évora

No âmbito do programa municipal “Volta a Évora em 70 dias”, os alunos da EB de Azaruja e de S. Manços vieram hoje (3 de Abril) a Évora para conhecerem melhor o património da cidade, sendo recebidos pelos alunos da EB Sra. da Glória e de S. Mamede. Os alunos da cidade foram os anfitriões e apresentaram o património que lhes é próximo.

Tais visitas dão continuidade àquelas que ocorreram no ano letivo passado, em que os alunos do 2º ano da EB Vista Alegre foram visitar os alunos de Nossa Senhora de Machede e vice-versa. Por seu turno, o 1º e 2º anos da EB Sra. da Glória conheceram os alunos de Azaruja e os alunos do 1º B de S. Mamede estiveram em S. Manços.

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Évora, Élia Mira, testemunhou esta segunda-feira uma destas visitas, logo pela manhã, na EB da Sra. da Glória, onde esteve acompanhada pelo Presidente da União de Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras, José Russo e técnicos municipais. Depois das boas vindas e apresentação do património, seguiu-se uma animada visita, guiada por Francisco Bilou, pelos Moinhos da Malagueira, Chafariz das Bravas e Confraria da Moenga. De seguida, a Vice-Presidente foi encontrar-se com os alunos da EB de S. Manços e S. Mamede na respectiva freguesia, visita que contou também com a participação do Presidente da União de Freguesias de Évora, Nuno Cabrita.

Na visita a S. Mamede, os alunos de S. Manços, após a recepção na escola, foram conhecer a Igreja de S. Mamede e a Biblioteca Pública de Évora, entre outros locais emblemáticos do Centro Histórico da cidade.

Recorde-se que a “Volta a Évora em 70 Dias” inclui atividades no Centro Histórico e atividades nas freguesias rurais que são feitas em articulação com o projeto AGER(E) e permitem o conhecimento desse património e o convívio entre crianças dessas freguesias e das escolas das freguesias urbanas.

Este conjunto de visitas e dinâmicas organizadas em vários espaços da cidade rentabilizam a potencialidade educadora dos mesmos e têm o intuito de enriquecer as aprendizagens realizadas pelos alunos de 1º Ciclo do Ensino Básico quer nos tempos das Atividades de Enriquecimento Curricular, quer na componente letiva. É, igualmente, uma ação direcionada para a promoção do património de Évora que resulta de um trabalho concertado entre diversos agentes educativos e culturais.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *