Palmela, Turismo

Crescimento turístico de 38% em 2016 em Palmela

Palmela

O concelho de Palmela fechou o ano turístico de 2016 com números que validam a aposta que tem vindo a ser feita nos últimos anos e que confirmam o crescimento da procura turística, junto quer do mercado interno, quer do mercado internacional.

Os dados relativos a 2016, recolhidos pela Entidade Regional de Turismo de Lisboa (de acordo com uma amostra de 90% da oferta turística do concelho, que não inclui alojamento local), dão nota de um crescimento na ordem dos 38%, relativamente aos números de 2015. Palmela recebeu um total de 73.113 dormidas (52.843 em 2015), das quais 42.301 correspondem a turistas estrangeiras/os, representando um aumento de 34%, e 30.812 a turistas nacionais, que crescem 45%.

O mercado espanhol foi o que mais aumentou, com uma variação de 125% face a 2015, sendo, também, de sublinhar o interesse manifestado pelas/os turistas franceses (+ 57%) e da Alemanha (+ 34%). Espanha, França, Reino Unido, Alemanha e Holanda compõem o Top 5 das nacionalidades que mais procuraram o concelho de Palmela para as suas viagens em 2016.

É de salientar que o crescimento da procura turística em Palmela manifestou-se nos doze meses do ano, de forma sólida e sustentada. Na região de Lisboa, o crescimento turístico em 2016 foi de 7,2% e em Portugal foi de 9,6%.

Na semana em que está a decorrer mais uma presença do concelho na Bolsa de Turismo de Lisboa, para promoção da oferta turística de 2017, estes números validam a estratégia de desenvolvimento turístico em curso e estimulam o Município e as entidades parceiras nas diversas áreas – Entidade Regional de Turismo de Lisboa, Rota de Vinhos da Península de Setúbal, Unidades Hoteleiras e de Alojamento Local, Casas e Adegas Vitivinícolas, estabelecimentos de Restauração e Bebidas, empresas de Animação Turística, Movimento Associativo e tantas outras – a fazer cada vez mais e melhor.

A campanha Palmela Conquista continua em ação, favorecendo a articulação e divulgação de uma oferta integrada, que combina os nossos produtos locais de qualidade – os vinhos, o Queijo de Azeitão DOP, a fruta, o mel, a doçaria, a gastronomia – o património cultural de um território com vestígios de ocupação humana desde a pré-história, e a beleza natural de uma região que partilha a Arrábida (candidata a Reserva da Biosfera da Unesco) e o rio Sado. O enoturismo, o turismo cultural, desportivo e de natureza continuam, assim, a desenvolver-se, em expressão e qualidade da oferta. Acresce um calendário de eventos recheado, onde destacamos, para o ano em curso, a realização do Festival Queijo, Pão e Vinho, da Mostra de Vinhos de Fernando Pó, do Mercado Caramelo, das Festas Populares de Pinhal Novo, do Festival Internacional de Gigantes, do Palmela Wine Jazz, da Festa das Vindimas, do Ritual Almenara e da Feira Medieval.

 

Mais informação em http://turismo.cm-palmela.pt

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *