Cultura, Torres Vedras

Exposições relacionadas com a “Revolução dos Cravos” vão ser inauguradas na Galeria Municipal de Torres Vedras

exposicao-uma-nova-concepcao-de-luta

“Uma nova concepção de luta – documentos e materiais da LUAR e de Palma Inácio no Arquivo Ephemera” é uma exposição documental que vai estar patente na Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras de 18 de março a 29 de abril.

Nesta exposição estão representados “documentos, comunicados, manuscritos, cartazes, fotografias, objetos pessoais e outros, relativos à LUAR antes do 25 de Abril. A exposição de materiais do espólio de Palma Inácio, incluindo objetos pessoais, será talvez o núcleo mais surpreendente. Fernando Pereira Marques foi um dos intervenientes da LUAR e, enquanto autor do livro associado a esta exposição (“Uma Nova Concepção de Luta: Materiais para a História da LUAR e da Resistência Armada em Portugal”, Tinta-da-china), faz uma contribuição decisiva para a história do movimento. Com grande abundância de materiais inéditos, relata ações, algumas nunca reivindicadas, e identifica os seus autores e as circunstâncias em que tiveram sucesso ou falharam. É simultaneamente um estudo de história do “tempo presente” e um testemunho pessoal, sem o qual não se pode fazer a história da oposição a Salazar e a Marcelo Caetano”.

Recorde-se que a LUAR faz parte “da mitologia da resistência armada ao regime da ditadura. Parte dessa mitologia tem que ver com a personalidade de Hermínio da Palma Inácio, a quem o Times chamava o “homem mais procurado da Europa”. Porém, a LUAR não era do domínio do mito, mas da realidade. Um punhado de homens e mulheres corajosos dedicaram grande parte da sua vida a organizar ações armadas para derrubar a ditadura. Umas resultaram, outras falharam, mas quase todos pagaram o preço da sua coragem com a perda da liberdade, com o exílio, com a violência policial”.

A inauguração da referida exposição na Galeria Municipal de Torres Vedras terá lugar no dia 18 de março, pelas 18h.

Esta iniciativa integra-se no programa comemorativo da “Revolução dos Cravos” do Município de Torres Vedras.

Também integrado nesse programa é inaugurada uma hora antes no mesmo local a exposição “João Abel Manta – Obra Gráfica | Caricaturas Portuguesas dos anos de Salazar”.

Trata-se de uma série de cartoons elaborados por este artista, que se constituem como um manifesto de denúncia da geração subjugada pelo Estado Novo, os quais foram reunidos em álbum publicado pelas edições de O JORNAL em 1978 com o título “Caricaturas Portuguesas dos anos de Salazar”. Esta obra satírico-estética ficou, de resto, como um marco notável na história do humorismo artístico português.

Esta exposição estará também patente na Paços até 29 de abril.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *