Cultura, Oliveira de Azeméis, Turismo

Região da Galiza vai marcar presença no Mercado à Moda Antiga de Oliveira de Azeméis

IMG_8045

O Mercado à Moda Antiga de Oliveira de Azeméis vai ultrapassar as fronteiras pela primeira vez estando prevista na edição deste ano a participação da região da Galiza, Espanha, anunciou o presidente da autarquia, Isidro Figueiredo.

A dois meses da sua realização, a autarquia e as associações continuam a trabalhar para fazer do Mercado um novo êxito, apresentando como novidades a realização de um encontro internacional de concertinas, além da presença da região espanhola.

O maior evento cultural do município, que se realiza nos dias 20 de 21 de maio, tem nas associações “o motor e a essência do Mercado à Moda Antiga”, afirmou o autarca de Oliveira de Azeméis na apresentação da iniciativa com a qual se procura “recuar no tempo recuperando costumes e tradições”.

O centro histórico da cidade vai regressar ao início do século XX mostrando aos visitantes locais e de outras regiões do país os hábitos e os costumes antigos da população.

O mercado propõe, de novo, uma viagem no tempo para recordar ofícios, usos, utensílios, artes, jogos tradicionais com o recurso a figurantes trajados a rigor de forma a serem recriadas fielmente as práticas, as vestes, os instrumentos e as rotinas de outros tempos.

Segundo Isidro Figueiredo, “o mercado é a montra da identidade e da memória dos oliveirenses” sendo também um ponto de encontro intergeracional onde o conhecimento e o saber dos mais antigos se irá misturar com a curiosidade das gerações mais novas.

Pelas ruas do centro histórico respirar-se-á tradição, ruralidade, rotinas, profissões antigas e muita animação e música. O evento será transmitido pela RTP e promovido entre 15 e 19 deste mês na Bolsa de Turismo de Lisboa, o local de excelência para divulgar aquele que é a maior manifestação cultural de Oliveira de Azeméis.

A apresentação do evento decorreu no jardim público da cidade, no mesmo local onde há mais de um século se realizava o mercado na chamada “Praça dos Vales”, e contou com a presença da Confraria das Papas de São Miguel que brindou os presentes com a degustação de uma das iguarias que faz parte do menu gastronómico de Oliveira de Azeméis.

O presidente da autarquia revelou que a edição deste ano encerrará com um concerto, à semelhança de 2016, e que a animação ficará ainda marcada com a realização de um encontro internacional de concertinas.

O objetivo é reunir o máximo de executantes e amantes da concertina, criando uma simbiose entre os grupos locais e os visitantes à volta deste instrumento incontornável da cultural musical popular.

Contando com mais de 300 concertinas, o evento tem já confirmada a presença do italiano Dino Baffetti, expoente máximo na construção de concertinas e acordeões e que proporcionará aos visitantes momentos inesquecíveis, quer promovendo uma oficina, quer ensinando como se constrói e toca este instrumento de música semelhante a um pequeno acordeão.

A Câmara de Oliveira de Azeméis tem confirmado já outro nome importante no Encontro de Concertinas, o campeão do mundo de Acordeão Diatónico, Alessandro Gaudio, presença assegurada pela “Baffetti Itália”.

O Encontro Internacional de Concertinas, que marcará a edição deste ano do Mercado à Moda Antiga, é organizado pelo grupo local “Música Acordes e Tradições”, em parceria com a autarquia e contará com a presença de nomes importantes da concertina e acordeão do panorama nacional.

O Mercado à Moda Antiga nasceu em 1997 com o objetivo de se realizar apenas nesse ano mas o projeto acabou por ter continuidade e ganhar projeção nacional.

Vinte anos depois, o evento atrai visitantes de muitas regiões do país sendo caracterizado pela sua qualidade e crescimento sustentável.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *