Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso viu aprovadas todas as candidaturas que apresentou a Fundos Comunitários

Paços do Concelho (1)

O Município da Póvoa de Lanhoso viu aprovadas todas as candidaturas que apresentou a Fundos Comunitários no âmbito do 2020. Trata-se aqui de um investimento elegível global superior a 5 milhões de euros (cerca de 5 milhões e 500 mil euros).

“Isto é o resultado de um trabalho eficiente da Autarquia no sentido de melhorar a qualidade de vida das nossas populações. Trabalhámos muito e bem nestas candidaturas, sempre com o pensamento no bem-estar dos Povoenses. É um investimento muito importante para a Póvoa de Lanhoso e estamos empenhados agora em avançar para o terreno no sentido de disponibilizar o mais rápido aos nossos munícipes estas respostas”, refere o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista.

Por um lado, o coração da Vila da Póvoa de Lanhoso vai ser renovado e modernizado e vai ficar mais apelativo; por outro lado, a população de algumas freguesias ganha abastecimento de água ao domicílio e saneamento básico.

A principal parcela do investimento vai para a água e o saneamento com candidaturas aprovadas no valor global de cerca de 3 milhões e 400 mil euros (investimento elegível). Ferreiros, Covelas, S. João de Rei, Geraz do Minho, Rendufinho, uniões de freguesias de Esperança e Brunhais e de Fontarcada e Oliveira, Serzedelo, Garfe, Taíde, Campo, Vilela, Louredo e Santo Emilião, Lanhoso, Travassos, Galegos e Póvoa de Lanhoso são as freguesias/uniões de freguesia onde irão decorrer intervenções.

Uma das candidaturas aprovadas diz respeito à Requalificação da Praça Eng.º Armando Rodrigues, com um investimento elegível de 658.691€. Este é um projeto que decorre do Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) da Póvoa de Lanhoso, que visa dotar o coração da vila da Póvoa de Lanhoso de um espaço central mais atrativo, funcional, moderno e confortável, numa intervenção que envolve, por exemplo, a construção de um passadiço e de um palco.

Outra candidatura aprovada diz respeito à Requalificação de Redes Pedonais na Vila da Póvoa de Lanhoso, que conta com um investimento elegível de 582.179€, projeto que decorre do Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) da Comunidade Intermunicipal do Ave.

O próprio edifício dos Paços do Concelho será alvo de uma reabilitação ao nível de fachadas e telhado, sendo que a candidatura aprovada conta com um investimento elegível de 351.802. De lembrar que o edifício dos Paços do Concelho foi inaugurado em 1950 e remodelado em 2003.

Ainda no centro da Vila, destaque para a Reabilitação do Pontido, projeto que também decorre do Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) da Póvoa de Lanhoso, e que engloba um investimento elegível de 508.488€. Esta intervenção eminentemente infraestrutural numa área de superior a 15 mil m2 é constituída, por exemplo, trabalhos de paisagismo; ramada e pérgula; parque infantil e mobiliário urbano.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *