Mação, Turismo

Festival da Lampreia em Mação 2017

lampreia_A4_2017

Saborear o magnífico Arroz de Lampreia do Concelho de Mação é o convite que lhe fazemos no âmbito do Festival da Lampreia, que este ano decorre entre 25 de fevereiro e 2 de abril 2017. Uma iniciativa da Câmara Municipal de Mação que, nesta edição, conta com a parceria de nove restaurantes do Concelho.

Durante cerca de um mês a Lampreia será rainha nos restaurantes aderentes e se nunca provou este prato típico, esta será uma excelente oportunidade para o fazer. O Festival da Lampreia tem o apoio da Pinhal Maior.

A apresentação do Festival à Comunicação Social teve lugar ontem, dia 20 de fevereiro 2017, em Conferência de Imprensa.

Eleito Estrela do Médio Tejo na categoria de Prato Principal a nível regional, o tradicional Arroz de Lampreia é um dos pratos típicos do Município de Mação mais conhecidos e procurados por apreciadores de todo o país. Assume lugar de destaque nas ementas destes restaurantes, sobretudo pela forma única e especial como é confecionado: em Mação, o arroz é feito com o sangue da lampreia e servido, separado da mesma, oferecendo uma variedade única de sabores que vai com toda a certeza querer provar.

É conhecido o problema do Rio Tejo pelo que os jornalistas presentes abordaram a questão da qualidade da lampreia ao que o Presidente da Câmara Municipal de Mação, Vasco Estrela, respondeu que o Executivo entende que o Festival faz sentido, pela tradição e procura deste prato e porque não há por parte das entidades responsáveis qualquer indicação de que não se pode pescar do Rio Tejo pelo que se presume que o pescado do Tejo está em condições de ser consumido. Em relação à lampreia servida a Câmara considera que os Restaurantes apenas servirão lampreia de qualidade.

Vasco Estrela referiu ainda que “não podemos escamotear a verdade sobre a poluição que se vê no Tejo mas vamos acreditar que a entidades competentes fazem o seu trabalho pelo que temos tido uma atitude de boa fé”. Frisou ainda que “queremos ver resolvida uma questão que nos afeta a todos, pode afetar as infraestruturas existentes junto ao rio e o turismo. Temos feito a pressão que consideramos necessária em relação a este problema e há projetos de requalificação das margens do Tejo que queremos concretizar brevemente. Pelo que acreditamos que tudo vai acabar bem”.

Porque a gastronomia Maçaense é rica e variada, neste Festival não faltará, obviamente, o famoso presunto Marca Mação a servir de entrada à rainha do Festival. O Presunto é oferecido pelo Município de Mação aos restaurantes que integram o Festival!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *