Destaque, Sociedade, Vila Real de Santo António

Autarquia de Vila Real de Santo António assina contrato de construção do passadiço da praia de Monte Gordo e dá início à obra

Assinatura contrato_Construção do Passadiço da praia de Monte Gordo (2)

O presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, assinou, esta terça-feira, o contrato de construção e consignação da obra do passadiço pedonal sobrelevado da praia de Monte Gordo.

A estrutura de madeira terá 2 quilómetros de extensão e começa agora a ser implantada no terreno, constituindo o primeiro passo da grande operação que renovará o rosto de Monte Gordo,

O novo passadiço está orçamentado em um milhão de euros e será iluminado em toda a sua extensão, possuindo zonas de descanso, bem como um circuito pedonal e de lazer.

Prevê-se a conclusão da obra no mês de maio, garantindo-se assim a normalidade da próxima época balnear.

A estrutura irá garantir o acesso a todos os apoios de praia existentes, que poderão funcionar normalmente até ao dia 15 de outubro. Após essa data, os concessionários terão até ao dia 8 de fevereiro de 2018 para demolir as antigas estruturas e proceder à construção das novas.

Recorde-se que, no início deste mês, a Agência Portuguesa do Ambiente, o município de Vila Real de Santo António, a Capitania do Porto de VRSA e os concessionários da praia de Monte Gordo assinaram um memorando de entendimento no sentido de adiar a demolição e construção dos novos apoios de praia para o mês de outubro de 2017.

Significa isto que todos os proprietários podem trabalhar de forma tranquila durante o próximo Verão e terão mais tempo para proceder às necessárias obras de requalificação.

O passadiço será comparticipado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos e pela Agência Portuguesa do Ambiente, desonrando assim os empresários do pagamento desta verba.

«Ao encontrarmos este financiamento e ao suportarmos os projetos de arquitetura, vamos fazer com que cada concessionário possa poupar cerca de 70 mil euros, valor que poderá ser aplicado na construção dos novos apoios de praia», nota Luís Gomes.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *