Economia, Mangualde, Sociedade

Investimento a decorrer em Mangualde

Mangualde

A Câmara Municipal de Mangualde lançou a concurso público, no final do ano passado e início de 2017, um conjunto de empreitadas, no âmbito do Plano Estratégico de Investimento Público, que visam a resolução de um conjunto de problemáticas existentes em várias freguesias do concelho. O investimento a decorrer atinge os 7 milhões de euros e inclui a requalificação do parque escolar (com um investimento de meio milhão de euros), a requalificação do Bairro do Modorno que se encontra em fase de implementação (com o investimento de 350 mil euros), a melhoria da rede viária, num conjunto de estradas municipais, infraestruturas de águas e saneamento básico bem como tratamento de águas residuais e conclusão da Zona Empresarial do Salgueiro.
“MANGUALDE VAI ASSISTIR, NOS PRÓXIMOS TEMPOS, AO MAIOR INVESTIMENTO DE SEMPRE NO CONCELHO (…)
PREPARÁMOS UM PLANO DE INVESTIMENTO PÚBLICO SUSTENTADO, SEM PRECEDENTES NA HISTÓRIA DO MUNICÍPIO” – JOÃO AZEVEDO

Para o presidente da Câmara, João Azevedo, “Mangualde vai assistir, nos próximos tempos, ao maior investimento de sempre no concelho. Não são promessas. São factos concretos! Temos várias empreitadas em fase de contratação pública e outras já contratualizadas que poderão começar nos próximos dias”. O autarca afirma “acabámos de arrumar a casa em 2016 e preparámos um plano de investimento público sustentado, sem precedentes na história do município. Com capitais próprios e com fundos comunitários vamos sustentadamente investir no concelho e nas pessoas, tentando recuperar o tempo perdido”. “A autarquia, e os seus serviços, têm sido inexcedíveis na preparação deste plano de investimentos, que já leva mais de dois anos de trabalho de gabinete, e que agora está a passar para a execução, deixando-me extremamente orgulhoso e satisfeito. Lidero uma equipa, uma autarquia com excelentes profissionais”, salienta.

O autarca acrescenta ainda que “o investimento público não fica por aqui. A regeneração urbana, o tratamento de águas residuais, a educação, a rede viária e as Zonas Empresariais continuarão a ser uma preocupação e uma prioridade. Não conseguimos chegar a todos os problemas ao mesmo tempo, mas a seu tempo vamos ter que os resolver. Temos vários projetos técnicos de execução na sua reta final e estamos a preparar candidaturas a fundos comunitários que vão ser apresentados este mês e que representarão mais investimento na linha do plano de desenvolvimento estratégico do município.”

Várias freguesias do concelho serão alvo de investimentos e intervenções, fundamentalmente na rede viária e infraestruturas, como água e saneamento. O investimento será já uma realidade durante o ano de 2017.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *