Montijo, Sociedade

Câmara do Montijo defende mobilidade das populações

catamaran

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, apresentou uma moção sobre o direito à mobilidade das populações, que foi aprovada por unanimidade na reunião pública de 21 de dezembro.

A moção expressa a preocupação do presidente da câmara com os problemas verificados ao nível dos transportes que operam no Montijo, problemas que têm prejudicado o direito à mobilidade dos cidadãos e levaram a reuniões de trabalho com a Transtejo e com os Transportes Sul do Tejo, onde Nuno Canta fez eco das preocupações e das reivindicações dos utentes, estando já agendadas reuniões também com o secretário de Estado Adjunto e do Ambiente e o 1.º secretário da Comissão Executiva da Área Metropolitana de Lisboa para discutir este assunto.

A moção aprovada exige, aos operadores de transportes públicos de passageiros que atuam no Montijo, o reforço dos transportes públicos no concelho com a reposição das carreiras suprimidas no decurso do último ano.

Para o presidente da Câmara Municipal do Montijo, estes problemas são resultado das políticas do anterior Governo PSD/CDS PP que tinham como objetivo privatizar os transportes, o que conduziu a uma carência de investimento público nas infraestruturas de transportes da Área Metropolitana de Lisboa.

Nuno Canta relembrou, ainda, os esforços que a câmara tem desenvolvido ao longo dos anos na manutenção dos transportes públicos no Montijo, em particular do transporte fluvial, garantindo que a câmara continua empenhada em melhorar a qualidade dos transportes metropolitanos como forma de promover o direito à mobilidade dos cidadãos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *