Economia, Póvoa de Varzim

Póvoa de Varzim abdicou de 27 milhões de euros em prol dos poveiros

municipio-poveiro-abdicou-de-27-milhoes-de-euros-em-prol-dos-poveiros

Realizou-se, ontem, 14 de dezembro, o Almoço de Natal da Agros – União das Cooperativas, no Espaço Agros, em Argivai.

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, esteve presente neste momento de convívio e união e referiu-se à política de incentivo à agricultura implementada no Município poveiro bem como à parceria que pretende manter junto da Agros.

O edil reconheceu que a agricultura “é um setor que, na Póvoa de Varzim, tem uma importância enorme, quer o setor leiteiro mais no interior do concelho, quer a produção hortícola junto ao mar. São as duas atividades que, por excelência, mais gente empregam, nesta altura, no concelho da Póvoa de Varzim, contribuindo para a riqueza do mesmo”.

Dando prova de que é possível ter políticas ativas de incentivo ao investimento e produção, Aires Pereira revelou que “ao longo deste mandato, abdicamos de algumas coisas para podermos ser amigos do investimento no que diz respeito ao nosso concelho”. Neste sentido, transmitiu que “não se cobra derrama, uma ajuda importante para as empresas, e em relação ao IMI, praticamos as taxas mínimas”.

O Presidente informou que “com estas medidas, ao longo destes quatro anos, deixamos de cobrar cerca de 27 milhões de euros. Este foi o montante que o Município da Póvoa abdicou para que ficasse nas empresas e nas pessoas e, dessa forma, pudéssemos contribuir para ultrapassar a crise que todos vivemos”.

Aires Pereira referiu-se ainda à política de proximidade da Agros, que considera da “maior importância”, indicando a Agrosemana como “um grande evento no norte do país e uma referência para a agricultura e para a economia deste setor”.

O autarca poveiro afirmou que tem havido uma parceria muito próxima entre a Agros e o Município da Póvoa de Varzim porque “queremos fazer parte deste processo no que diz respeito à nossa responsabilidade e no que diz respeito à divulgação e presença permanente da Agros em todos os eventos promovidos pelo Município”.

A este respeito, acrescentou que “não consigo conceber um evento onde não haja uma representação da agricultura, quer seja a Cooperativa quer seja através da Agros, onde se apela, divulga e deve incentivar ao consumo do leite. Esta é a postura que queremos continuar a ter para podermos, em conjunto, apelar ao consumo do nosso principal produto, o leite e seus derivados”.

O Presidente da Câmara Municipal terminou manifestando inteira disponibilidade dos serviços do município poveiro para colaborarem com a Agros: “aquilo em que o Município da Póvoa de Varzim possa ser útil, estar presente e ser um parceiro para continuarmos nesta luta e fazermos crescer esta atividade, os serviços do município a que presido estão disponíveis para esse trabalho e também para a divulgação da importância que o setor primário tem na nossa região e no concelho”.

José Capela, Presidente da Direção da Agros, transmitiu que “todos somos parte ativa na procura incessante de um futuro melhor e mais promissor para o setor leiteiro por mais adversidades que possam surgir”, confiante de que “com o esforço de todos conseguimos inverter a trajetória e consolidar a Agros e o Grupo Agros”.

Depois de fazer um balanço do ano de 2016, José Capela partilhou as principais orientações estratégicas para 2017, enumerando um conjunto de “seis objetivos estratégicos que assentam no forte compromisso que assumimos desde o início da nossa intervenção, dotar e capacitar a Agros e o Grupo Agros dos meios necessários para valorizar de forma sustentada a produção agrícola e a pecuária de leite sempre baseada num modelo de gestão justo, rentável e eficiente”. Garantiu ainda que “em 2017, continuaremos a promover os benefícios, as propriedades e o consumo da nossa matéria-prima de excelência, o leite”.

Veja a fotogaleria.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *