Guimarães, Sociedade

Guimarães recebeu Bandeira Cidades de Excelência

guimaraes-recebeu-bandeira-cidades-de-excelencia

O reconhecimento público do trabalho que a Câmara Municipal de Guimarães está a desenvolver no âmbito da valorização ambiental, patrimonial, qualificação urbana e coesão social foi distinguido com a atribuição da Bandeira Cidades de Excelência – Nível II, atribuída pela Rede de Cidades e Vilas de Excelência, numa cerimónia que decorreu esta segunda-feira, 12 de dezembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

A distinção é justificada «com o grau de evolução da implementação do Plano de Ação Local» proposto pelo Município em matéria de planeamento estratégico e de ações especificas no quadro dos planos estratégicos, de mobilidade e de regeneração urbana em sede de candidaturas ao Portugal 2020, como sucede com o esboço de toda a rede de percursos cicláveis entre as vilas e a cidade, com lugar à divulgação pública desta intervenção bem como da intenção deste projeto considerado estratégico no plano de mobilidade urbana sustentável de Guimarães.

«Recebemos esta distinção com muito orgulho, mas também com o sentimento de maior responsabilidade. Temos uma visão de futuro para o nosso concelho e queremos acrescentar camadas de qualidade de vida e conforto aos nossos vimaranenses. Estamos a tratar do espaço público e da proteção da natureza! A mobilidade promove um conjunto de intervenções que nos permitem coser o nosso território com percursos cicláveis e pedonais, definindo novos corredores de mobilidade», referiu o Presidente da Câmara Municipal.

«Distinção para as pessoas do concelho»
Na sua intervenção, Domingos Bragança dedicou a «todos os vimaranenses» a Bandeira de Excelência atribuída a Guimarães. «Representa o envolvimento das nossas pessoas no caminho de excelência que estamos a fazer e que, à medida que concretizámos, apercebemo-nos que é possível. Vamos realizar, porque nós acreditamos! Acrescentamos à cultura a dimensão ambiental, daí considerar que o caminho da Capital Verde Europeia tem uma base bio-cultural, identidade de um território como Guimarães», afirmou ainda o responsável da Autarquia.

Pedro Silva, coordenador nacional da Rede de Cidades e Vilas de Excelência, enalteceu o trabalho desenvolvido, realçando que Guimarães cumpriu um conjunto de ações que se propôs no âmbito do Plano de Ação Local na relação com as suas vilas e freguesias. «Está a ser construída uma coesão territorial num contexto policêntrico, que deixa um lastro importantíssimo. Esta bandeira é uma expressão pública de um trabalho que não é um ponto de chegada, mas que se cumpre ao longo de um percurso», disse.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *