Desporto, Póvoa de Varzim

Póvoa de Varzim: “cidade competitiva e vencedora”

unnamed-46

Perto de duas mil pessoas encheram o Pavilhão Municipal, na passada sexta-feira à noite, para assistirem à 3ª Gala Desportiva organizada pela Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

Foi num ambiente de festa e de vitória que o Presidente do Município poveiro, Aires Pereira, atribuiu a Medalha de Mérito Desportivo a Bruno Alves e Bruno Torres que, por feitos recentes e suportados numa longa e brilhante carreira, mais prestigiaram, interna e externamente, a Póvoa de Varzim e o nosso país.

Emocionado, Bruno Torres agradeceu aos seus pais e restante família e assumiu que “esta é sem dúvida alguma a homenagem que mais significado tem para mim”.

O campeão nacional, europeu e mundial de futebol de praia que se faz sempre acompanhar pela bandeira da Póvoa de Varzim, deixou um pedido ao Presidente: “que a Câmara ofereça a cada clube ou associação uma ou várias bandeiras para que sempre que possível, e com certeza serão inúmeras vezes, a bandeira da nossa cidade possa ser exibida para que todos possam conhecer a cidade dos Poveiros, a cidade daqueles que não desejam…mas sim a cidade dos que procuram e alcançam”.

Apesar de não poder estar presente na Gala, Bruno Alves deixou a sua mensagem transmitindo que “é um orgulho enorme receber esta distinção feita pela minha cidade”.

Esta terceira edição da Gala Desportiva distinguiu 330 poveiros, entre atletas, treinadores e dirigentes das modalidades de Desporto Escolar, Andebol, Atletismo, Basquetebol, Boccia, Bodyboard, Capoeira, Ciclismo, Dança, Dardos, Equitação, Futebol, Futebol de Praia, Futevolei, Futsal, Ginástica Acrobática, Karaté, Natação, Pólo Aquático, Tiro, Trampolins, Vela e Voleibol.

Aires Pereira começou por confessar que “sou, hoje e aqui, um homem, e um Presidente da Câmara, profundamente feliz por ver, nesta vasta plateia, tanta gente igualmente feliz. Corpos sãos e mentes sãs. Alegria nos rostos, confiança no futuro”.

Para o edil, “o desporto é barómetro da qualidade de vida de uma cidade e da comunidade no seu todo. Ao ver, aqui, tanto campeão, em atividades desportistas tão diversas, só posso concluir que a Póvoa de Varzim é uma comunidade saudável”.

O Presidente da Câmara constatou a progressão no indicador da prática desportiva, enunciando que em 2014 (1ª edição desta Gala) foram 180 os contemplados; em 2015 – 269, e neste ano – 330, acrescentando que “a minha convicção e, também, o meu desafio é que no próximo ano serão ainda mais, aliás, serão mais em cada ano que aí vem. Porque o desporto é, entre nós, uma aposta estratégica, não apenas num determinado modelo de economia sustentável, mas num determinado modelo de sociedade, sustentada na felicidade e no bem-estar. Que é a isso que o desporto conduz: a uma sociedade feliz e pacífica”.

Aires Pereira referiu que “o desporto, quanto mais massificado, mais reclama condições para a sua evolução técnica e competitiva. Por isso, e na vertente do futebol, o município vai concluir, no próximo ano, o compromisso que me impus quando fui investido nas funções de Presidente da Câmara: dotar cada freguesia com um relvado sintético. Depois de Amorim, Argivai, Beiriz, Estela, Navais e Terroso, inaugurados em junho de 2015, avançarão em 2017 as restantes freguesias.

E a cidade, além dos sintéticos (e dos relvados naturais) do complexo desportivo municipal, tem ali também pista para atletismo, como em Terroso, e ambas em tartan.

E o concelho tem, na cidade mas não só nela, o melhor e mais vasto conjunto de equipamentos desportivos para alta competição – razão por que, frequentemente, no nosso Pavilhão, no nosso Complexo de Piscinas, no nosso Campo de Tiro, no nosso Campo de Golfe, na nossa Marina, têm lugar grandes provas nacionais e internacionais, que, através das televisões, fazem chegar a todo o mundo esta imagem da Póvoa “cidade do desporto”.

As várias federações nacionais já sabem que na Póvoa de Varzim as nossas seleções jogam “em casa”, com a vantagem suplementar de as bancadas colocarem no recinto mais um jogador: o do apoio entusiástico, de princípio a fim.

E também sabem que a cidade, em geral, e os serviços de hotelaria e restauração em particular, se especializaram há muito na arte de bem receber.

O turismo desportivo é, entre nós, um segmento já consolidado da nossa vocação global para a economia do acolhimento, com a vantagem de, maioritariamente, as grandes provas que recebemos ocorrerem na época baixa e contribuírem, portanto, para a quase eliminação da sazonalidade que, até há anos, caraterizava a atividade de nossos operadores turísticos”.

O Presidente da Câmara terminou afirmando que “o desporto faz parte da nossa identidade. É uma das nossas marcas, enquanto cidade e enquanto comunidade.

Mas é convosco, campeões que hoje homenageamos como os melhores de todos nós, é convosco que plenamente recuperamos e reafirmamos, “em modo século XXI”, esta vocação de cidade competitiva e vencedora”.

Veja a fotogaleria.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *