Sociedade, Vila do Conde

Encerramento das celebrações dos 500 anos do foral novo de Vila do Conde

destaque_1_736_2500

O ano 2016 fica marcado, em termos culturais, pelas comemorações dos 500 anos do foral novo de Vila do Conde, que D. Manuel I outorgou a 10 de setembro de 1516, e que tiveram a sua conclusão na passada sexta-feira, com a conferência “O foral novo de Vila do Conde e a sua época”, o lançamento da terceira série do Boletim Cultural “Vila do Conde” e o concerto “Cantus Manuelinus” pelo grupo “Vox Angelis”.

Com comunicações proferidas por Amélia Polónia, A. Carmo Reis, Francisco Ribeiro da Silva e Eliana Sousa, a conferência “O foral novo de Vila do Conde e a sua época” permitiu aos presentes saberem um pouco mais sobre as dinâmicas do burgo à época e todo o envolvimento de D. Manuel I na reforma dos forais.

Laura Garrido levou os presentes a recordar o conjunto de eventos, que ao longo do presente ano, foram promovidos, como o lançamento do selo de CTT comemorativo dos 500 anos do foral, as visitas às escolas com o foral à guarda do Arquivo Municipal de Vila do Conde, a produção e oferta às crianças do primeiro ciclo do puzzle alusivo à efeméride, a realização da Feira Quinhentista ou a campanha promocional que se estendeu ao concelho de Vila do Conde, sendo ainda temática para tantos outros acontecimentos. Marta Miranda apresentou a terceira série do Boletim Cultural “Vila do Conde”, relembrando o percurso desta publicação ao longo dos anos e as figuras do Dr. João Maria dos Reis Pereira e do Dr. Eugénio Andrea da Cunha e Freitas, coordenadores de anteriores edições.

A Presidente da Câmara, presente ao longo de todo o evento, congratulou-se com a forma como Vila do Conde soube celebrar com dignidade esta importante data da sua história, revelando ainda a enorme satisfação que sentia em voltar-se a publicar o Boletim Cultural “Vila do Conde”.

Pelo grupo “Vox Angelis”, Vila do Conde encerrou com chave de ouro estas celebrações ao som do concerto “Cantus Manuelinus” na igreja matriz de Vila do Conde, um cenário quinhentista de excelência.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *