Castro Marim, Sociedade

2ª Festa da Safra, uma homenagem aos salineiros de Castro Marim

????????????????????????????????????

A Casa do Sal, em Castro Marim, acolheu na passada segunda-feira, dia 31 de outubro, a 2ª Festa da Safra. Com casa cheia e a presença de muitas entidades e trabalhadores ligados à atividade salineira, esta festa assinalou também o fim dos trabalhos do documentário “Os Dias do Sal”, realizado por Ivan Dias, que deverá estrear em 2017.

A Festa da Safra é uma iniciativa que pretende homenagear e valorizar o sal de Castro Marim, o “melhor sal do mundo”, mas também o pilar fundamental da produção e qualidade deste sal, a figura tradicional do salineiro. Castro Marim é, atualmente, o núcleo mais representativo da salicultura tradicional, não só por ser uma unidade geográfica bem definida, mas também porque aqui persiste a maior comunidade de salinicultores artesanais.

O orgulho castromarinense, profundamente ligado à “vida do sal”, é o âmago do documentário “Os Dias do Sal”, cujas gravações decorreram durante o último ano e que foram agora encerradas com a 2ª edição da Festa da Safra, que este ano, em prol do documentário, contou também com a organização de um almoço no ambiente das salinas, nomeadamente no “Armazém Salmarim”, um esforço integrado do Município de Castro Marim para promover a atividade salineira, enaltecer a profissão do “salineiro”, promover os produtos “sal e flor de sal de Castro Marim” e, simultaneamente, assinalar o final da safra. Esta iniciativa contou com a colaboração do representante da marca “Salmarim” e da unidade hoteleira “Praia Verde Boutique Hotel”.

A destacar que o «ouro branco» com selo castromarinense já é um produto reconhecido além-fronteiras, no entanto o grande objetivo é competir nos mercados internacionais e viabilizar economicamente a profissão de salineiro, estando para isso a ser conduzidos esforços no sentido da reativação da atividade para aumentar os níveis de exportação. Neste contexto, a Câmara Municipal está ativamente empenhada no processo de Denominação Origem Protegida de Castro Marim, como fator diferenciador.

“Esta festa é para as pessoas que dão corpo e alma ao sal de Castro Marim. Vocês são os engenheiros do produto e os arquitetos da paisagem. Ainda estamos muito longe do nosso sonho, que é não só a dignificação da profissão, mas também que as vossas famílias possam viver dignamente desta atividade e que os vossos filhos e netos se possam orgulhar das vossas ‘vidas de sal’”, realçou a vereadora da Câmara Municipal, Filomena Sintra.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *