Educação, Estarreja

Mais de 50 atividades e medidas de apoio aos alunos em Estarreja

O Programa Municipal de Educação (PME), que este ano é apresentado numa pasta de argolas, está recheado de atividades, projetos e recursos, sendo inteiramente dedicado aos alunos, às suas famílias e aos professores e educadores. O Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, Diamantino Sabina, e o Vereador da Educação, João Alegria, percorreram as escolas do pré-escolar e 1º ciclo para darem a conhecer e distribuírem o PME do ano letivo 2016/2017.

Serviços de Apoio à Família, Projetos e Atividades Anuais, Ação Social Escolar e um plano de atividades distribuídas por separadores coloridos, que representam os 10 meses do calendário escolar, completam este programa promovido pela Câmara Municipal de Estarreja e que tem o objetivo de complementar a aprendizagem fornecendo ferramentas pedagógicas alternativas e enriquecendo as vivências e experiências, muitas das vezes em contexto fora da sala de aula.

 

Mais de 50 atividades

São mais de 50 as propostas deste PME inseridas nas seguintes temáticas: História e cidadania, Educação ambiental, Promoção da leitura, Saúde e bem-estar, Educação pela arte, Desporto, Ciência, A Escola e a comunidade.

As aulas de expressão físico-motora e adaptação ao meio ambiente destinadas ao pré-escolar, orientadas pela Escola Municipal de Desporto, são um exemplo de atividade extracurricular que é disponibilizada às crianças durante todo o ano letivo. A Hora do Conto leva os alunos à Biblioteca Municipal e o Dia da Floresta Autóctone convida a plantar árvores no BioRia (a 23 novembro). Só para mencionar alguns exemplos.

 

Novas formas de aprender

“Atividades que podem perfeitamente ser incluídas no currículo”, conforme referiu a coordenador da Escola Visconde de Salreu, Graça Ribeiro, estabelecimento de ensino onde na última semana a Câmara encerrou a entrega do PME. “Participamos de bom grado” nas atividades sugeridas “porque é um complemento ao currículo. É a forma de consolidar os conhecimentos que vão adquirindo dentro da sala de aula” e constituem “outra forma prática de aprender”.

Também a Educadora Virgínia Ladeiro partilha a mesma opinião. “Todas as atividades têm objetivos bem definidos e vão ao encontro das necessidades e interesse das crianças. É muito positivo o facto de podermos sair noutros contextos. Vamos participar na maior parte das atividades”, acrescentou depois de ter analisado a pasta. “Está excecional, bonita, colorida, com boa apresentação e sugestiva”.

Já antes a Professora Graça tinha elogiado o formato adotado este ano. Sendo uma pasta útil, “para além de fazerem a consulta das atividades, os alunos também a podem utilizar no dia-a-dia”.

 

Despertar para o mundo que os rodeia

Ao longo do ano letivo, existem projetos que estimulam a participação cívica, como o Orçamento Participativo Jovem (OPJ) Municipal, o espírito empreender no “Empreendedorismo na Escola” ou a defesa do ambiente no Programa Eco Escolas e que este ano reúne todas as escolas do concelho. Há iniciativas que privilegiam a inclusão, nomeadamente os “Empresários para a Inclusão Social” e outras dão a conhecer a Proteção Civil: o Clube Municipal de Proteção Civil.

 

Apoio às famílias é fundamental

A vertente de ação social escolar e mérito escolar compreende medidas como as Bolsas de estudo para alunos do Ensino Superior, o Programa de Oferta de Manuais Escolares e Material Escolar, os Subsídios de estudo/ Auxílios económicos, Transportes escolares, Visitas de estudo, Refeições escolares, Distinção dos melhores alunos e o Serviço de Psicologia.

No apoio à família e enriquecimento curricular destacam-se as AAAF – Atividades de Animação e Apoio à Família – Pré-Escolar, as AEC – Atividades de Enriquecimento Curricular (Música, AFD, Xadrez, Expressão Artística) e a CAF Componente de Apoio à Família – 1º Ciclo.

 

“A Câmara Municipal de Estarreja está ao vosso lado neste caminho que é tão importante para o vosso futuro. Apostamos na educação como um dos pilares fundamentais para a formação dos homens e mulheres do futuro, pois entendemos que as crianças e os jovens são o nosso principal património.”

Diamantino Sabina

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.