Celorico de Basto, Cultura, Sociedade

Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de S. Bartolomeu do Rego apresentou o XVII festival de folclore em Celorico de Basto

_DSC8352

Celorico de Basto mostrou mais um festival de folclore, desta vez na freguesia do Rego tendo como anfitrião o Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de S. Bartolomeu do Rego. Um festival, único no concelho, pelo cariz infantil e juvenil, que vai já na XVII edição, que decorreu no dia 20 de agosto, junto à igreja da freguesia do Rego.

“Ver estes jovens a dançar com tanta alegria é sinónimo de que o trabalho está a ser bem feito e que as entidades envolvidas sabem cativar os mais jovens para a preservação desta arte. É preciso que estas tradições, que representam a nossa identidade, se mantenham ao longo dos tempos” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, um dos convidados para a XVII edição deste festival.

Por coincidência este festival antecedeu a festa da Senhora da Saúde e a festa de S. Bartolomeu do Rego, duas festividades organizadas naquela freguesia. No entanto, “não existe uma data fixa para este festival” disse Adélia Vaz, porta-voz do grupo anfitrião. Um festival que acontece no mês de agosto e que procura manter vivas as tradições do folclore. “Enquanto houver jovens para dançar continuaremos a valorizar o folclore. De facto, temos tido algumas baixas por causa do trabalho e dos estudos mas temos sempre gente nova a entrar e enquanto isso acontecer, este grupo manter-se-á” realçou.

O XVII festival contou com quatro grupos convidados sendo eles o Rancho Folclórico Flores de Monfirre em Mafra, o Rancho Etnográfico Infantil e Juvenil da Borda do Campo da Figueira da Foz, o Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de Gondarém de Vila Nova de Cerveira, e o Rancho Folclórico dos Amigos do Castelo de Celorico de Basto.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *