Mangualde, Sociedade

Mangualde regista produção tradicional do Bordado de Tibaldinho

Bordado de Tibaldinho

Com o objetivo de certificar a produção do Bordado de Tibaldinho, a Câmara Municipal de Mangualde apresentou o pedido de registo da produção tradicional do mesmo ao Registo Nacional de Produções Artesanais Tradicionais Certificadas, tendo o mesmo merecido um parecer positivo.

Para o presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo “foi dado um passo de gigante, porque esta arte é feita em Mangualde há cerca de 200 anos por pessoas muito dedicadas, mas sem ter o valor acrescentado que devia”. Este produto, que para João Azevedo é uma “joia da coroa” do concelho de Mangualde “vai assim ser mais valorizado quer para quem o faz, quer para quem o compra”. Salientando que “a autarquia valoriza e respeita muito as pessoas que se dedicam a esta arte”. Para o edil “esta é uma decisão imaterial, mas que tem um significado fundamental para o desenvolvimento do concelho. O município deu o contributo para a valorização definitiva daquele produto”.

 

BORDADO DE TIBALDINHO: UM NOME E UMA REPUTAÇÃO ESTABILIZADOS HÁ MAIS DE UM SÉCULO

O Bordado de Tibaldinho é um bordado a branco distinguível dos restantes bordados, com um nome e uma reputação estabilizados há mais de um século, com uma gramática decorativa própria e com tradição reconhecida e comprovada. É um bordado manual, executado com linha 100 % algodão ou/algodão mercerizado, em tecidos de 100 % algodão, 100 % linho e meio linho.

Desde sempre, foram os artigos ligados ao têxtil-lar o tipo de peças que ganharam o favor desta específica decoração, sendo que mais tarde peças de outro tipo começaram a ser bordadas, mais ligadas a complementos de vestuário.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *