Albergaria-a-Velha, Tecnologia

Plataforma web do Arquivo Municipal de Albergaria-a-Velha considerada uma boa prática pela Agência para a Modernização Administrativa

arq

A plataforma de software livre que o Arquivo Municipal adotou para gerir os fundos documentais foi considerada uma “boa prática” pela AMA – Agência para a Modernização Administrativa. A iniciativa do Município de Albergaria-a-Velha encontra-se publicada no portal da Rede Comum do Conhecimento (www.rcc.gov.pt), que compila as várias práticas na Administração Pública capazes de trazer novas ou melhores soluções e respostas nas áreas da Simplificação e Modernização Administrativa e das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Delfim Bismarck, Vereador responsável pelo Arquivo Municipal, salienta que o equipamento Albergariense foi “o primeiro a adotar este sistema no âmbito da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro e é considerado um exemplo, sendo visitado por técnicos de outros municípios”. O autarca acrescenta que “o acesso aos documentos é agora mais cómodo e os utilizadores podem pesquisar milhares de registos de forma fácil e rápida”.

Denominada “Open Source de Gestão de Arquivos Definitivos”, a iniciativa pretende modernizar e liberalizar os serviços de arquivo, migrando os instrumentos de pesquisa para uma plataforma em ambiente web, que assegure o acesso rápida e cómodo por parte dos serviços da Autarquia e do público em geral. Com a informação online, garante-se uma nova solução de consulta, que permite ao utilizador aceder aos registos e aos próprios documentos digitalizados – áudio, vídeo e imagem – e localizar palavras nos textos. Para além deste aspeto, o software é gratuito, permitindo uma poupança significativa de recursos financeiros ao Município.

Após uma fase inicial em que esteve só disponível na Intranet do Município, a plataforma pode agora ser consultada, a partir de qualquer computador, no endereço arquivo.cm-albergaria.pt.

No portal da Rede Comum do Conhecimento o Município de Albergaria-a-Velha tem ainda outro projeto considerado “boa prática”. O Atendimento Telefónico Permanente do Serviço Municipal de Proteção Civil assegura que todas as ocorrências que digam respeito às atribuições da Autarquia, como acidentes graves ou catástrofes, possam ser comunicadas através de telefone 24 horas por dia, sete dias por semana.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *