Cultura, Portimão

Instalação artística “Neptuno” inaugura dentro e fora do Museu de Portimão

Print

A exposição/instalação artística “NEPTUNO” de Elizabeth Almeida, com chancela da UNESCO e do Ano Internacional da Luz e apoio mecenático da Fundação Millennium bcp, inaugura no dia 5 de agosto, às 21h30, no Museu de Portimão.

O trabalho da artista reparte-se em dois momentos. A mostra que se inicia no interior do museu, através de 4 esculturas que invocam algumas espécies marinhas, contínua fora deste espaço e assume o carácter de instalação, ampliando o ambiente do transportador de peixe e ativando a estrutura como um cenário que dá continuidade à parte expositiva.

A Exposição/Instalação focada no mar e na fantasia invoca o mistério e descoberta que, de forma contínua, transbordam novidade, abundância e a riqueza inesgotável oferecida pelos oceanos. A obra apresentada marca, através do transportador de peixe e cestos iluminados, o antigo percurso do peixe conduzido desde o porão dos barcos até ao interior da fábrica. Por outro lado, através das esculturas no interior do museu, é possível sentir a antiga relação entre os recursos do mar e as comunidades que desde a antiguidade sempre estiveram presentes na história de Portimão.

O trabalho artístico apresentado e as obras são também uma homenagem aos pescadores e conserveiras, autênticos Neptunos de uma outra era onde os tridentes eram substituídos pelas redes de pesca, pinças e tesouras do peixe. A exposição/instalação estará patente no Museu de Portimão até ao dia 29 de agosto e poderá ser visitada à terça-feira das 19h30h às 23h00 e de quarta-feira a domingo das 15h00h às 23h00.

No dia da inauguração terá lugar uma degustação promovida pela Docapesca em colaboração com a Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão, onde o pescado das lotas portuguesas também invocará nos convidados memórias com sabor a mar.

Em 2017 a Exposição/Instalação terá itinerância para outros Municípios do Algarve.

Inaugurado em 2008, o Museu de Portimão recebeu nesse ano uma menção honrosa na categoria “Melhor Museu Português”, pela Associação Portuguesa de Museologia, e no ano seguinte pelo Turismo de Portugal, na categoria “Novo Evento Público”. Em 2010 foi distinguido com o prémio “Museu Conselho da Europa” e em 2011 com o prémio “DASA – Mundo do Trabalho 2011”. Ainda nesse ano foi premiado pelo filme “À conversa com Manuel Teixeira Gomes”, no Festival Tour Film Brazil 2011, com a “Arara de Prata – Jovens Talentos”. O ano passado voltou a ser distinguido pela Associação Portuguesa de Museologia com o prémio “Inovação e Criatividade”, pelo projeto “A nossa cultura sai à rua”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *