Desporto, Destaque, Évora

Inaugurado Complexo Desportivo de Évora

DCIM100MEDIADJI_0049.JPG

Foi inaugurado no dia 27 de Julho o novo complexo desportivo de Évora. Na cerimónia estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá, o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, o Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Augusto Fontes Baganha e ainda várias outras personalidades: autarcas, dirigentes associativos e desportistas. O elevado número de munícipes anónimos que marcaram presença, algumas centenas, reflete o forte anseio da população eborense pela concretização desta obra.

Foi assinado um contrato de comodato entre o IPDJ e a Câmara de Évora, nos termos do qual a Autarquia ficará responsável pelo funcionamento do complexo, mantendo-se o IPDJ como entidade proprietária.

O novo complexo desportivo de Évora possui uma pista de atletismo com seis corredores de 400 metros, fosso de água, pistas para as várias modalidades de saltos e um setor para a disciplina de lançamentos.

No espaço, que tem uma área total de cerca de 54.500 metros quadrados, foi instalado um campo de râguebi com relva sintética e dimensões que satisfazem os requisitos técnicos estabelecidos pela respetiva Federação Internacional.

Foi também construído um edifício de apoio com balneários para atletas e árbitros, um dos quais preparado para pessoas com mobilidade reduzida, posto médico, arrecadação de material desportivo, instalações sanitárias, sala de acolhimento, áreas técnicas e uma bancada com 180 lugares.

Foram ainda melhorados circuitos de manutenção já existentes no espaço do antigo hipódromo, construída uma vedação e um parque de estacionamento.

Carlos Pinto de Sá afirmou a importância do novo complexo desportivo para a cidade e para a região. Referiu que para já o râguebi e atletismo têm agora condições para ser praticados, apesar de não estarem ainda por concluir áreas ligadas ao salto e lançamento, que deverão ser completadas numa segunda fase, prevista para o próximo ano, segundo compromisso assumido com o IPDJ.

O autarca frisou que se trata de um complexo desportivo aberto a todos: permitirá aos estabelecimentos de ensino melhorar a promoção do desporto escolar e os clubes e associações terão agora condições para a prática desportiva de competição, mas também os meios para continuar a dedicar especial atenção à componente de formação. A Universidade de Évora passará a dispor de instalações equipadas para a prática desportiva, nomeadamente para apoio às atividades curriculares nesta área.

A autarquia assumiu o compromisso de assegurar a gestão direta e manutenção de todo o complexo, o que importará numa despesa anual de 150.000 euros. Tal constituirá um esforço financeiro importante tendo em conta a frágil situação financeira em que a Autarquia ainda se encontra.

O Ministro da Educação, por sua vez, referiu tratar-se de um equipamento importante para a região, que resultou de um investimento que rondou os 2,2 milhões de euros, realizado através do IPDJ com apoio de fundos comunitários. O facto de passar a ter gestão municipal constitui, segundo Tiago Brandão Rodrigues, um excelente exemplo de descentralização na gestão de recursos.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *