Destaque, Portimão, Sociedade, Turismo

24 anos a celebrar o padroeiro Santo André com espírito de convívio na Igreja da Penina em Portimão

FESTA-DA-PENINA-PORTIMÃO

O mês de agosto em Portimão é sinónimo de muita animação, música, teatro, atividades desportivas, lúdicas, gastronómicas, mas também sinónimo de celebrações religiosas. Portimão prepara-se para viver dois fins de semana de festa repletos de muita fé e devoção integrados nos festejos de Santo André na Igreja da Penina (6, 7, 13 e 14 de agosto) que vão animar o concelho e marcar estas celebrações com a participação da comunidade.

O Centro Apostólico de Santo André situado na Igreja da Penina em Alvor vai realizar nos próximos nos dias 6, 7, 13 e 14 de agosto as tradicionais festas em honra do padroeiro da Igreja da Penina e nas quais as atividades recreativas e a animação musical têm papel de relevo, reunindo as gentes em convívio e confraternização.

Destaca-se do programa litúrgico as eucaristias marcadas para 7 e 14 de agosto, e em ambos os casos às 12h00 e às 19h00, enquanto em todos os dias das Festas de Stº André os arraiais começam a partir das 20h00 no Largo da Igreja da Penina, com a atuação dos seguintes artistas: Luís Godinho (6 de agosto), Mário Neves (7 de agosto), Fernando Pereira (13 de agosto) e Nuno & Fernando Mário (14 de agosto).

Para além da componente religiosa, fazem parte do programa os comes e bebes e música popular para dançar, num evento em que os fundos recolhidos revertem a favor daquela igreja.

De referir que as Festas em honra de Santo André tiveram início no verão de 1992, ou seja há 24 anos. Tudo começou com um grupo de jovens que pretendia arranjar fundos para uma Peregrinação a Roma – Itália, para assistirem à Beatificação de 51 Mártires Clareteanos que acontecia a 25 de Outubro de 1992, uma vez que pertenciam à congregação dos Padres da Paróquia de Alvor.

O primeiro cartaz das festas dizia “HOJE HÁ FESTA!!!”. Então a primeira festa aconteceu no adro da Igreja com poucas pessoas, mas foi a primeira de muitas. Ano após ano, as Festas começaram a ter outra dimensão, com grande impacto no concelho, transformando-se num grande ponto de encontro de pessoas, onde o convívio, a alegria tornaram-se as palavras de ordem.

A Festa de Santo André tem história e por lá já passaram grandes artistas. Os comes e bebes, as famosas e deliciosas “Filhós de Santo André” e as quermesses fazem com que a Festa em honra deste padroeiro proporcione a todos grandes momentos de diversão, não faltando o pezinho de dança.

Esta tradicional festividade, que se realiza sempre nos dois primeiros fins-de-semana de agosto, tem entrada gratuita, é organizado pelo Centro Apostólico St. André e conta com os apoios da Junta de Freguesia de Alvor e da Câmara Municipal de Portimão.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *