Economia, Oliveira de Azeméis, Sociedade

Indaqua executa obra beneficiando as freguesias do sul do concelho de Oliveira de Azeméis

A população das freguesias de Travanca e Pinheiro da Bemposta e Loureiro, em Oliveira de Azeméis, vai ter a rede de abastecimento de água melhorada e ampliada no primeiro semestre de 2017 depois de concluída a conduta adutora que a empresa Indaqua começou a construir.

Trata-se de um investimento próximo dos 600 mil euros com prazo de execução de oito meses que o presidente da Câmara Municipal, Hermínio Loureiro, considera “muito importante”, um investimento que “vai resolver um conjunto significativo de problemas que afetam a população”.

A obra permitirá, na freguesia do Pinheiro da Bemposta, acabar com dificuldades no verão ao nível do abastecimento, assegurado por captações. Na freguesia de Travanca os trabalhos em curso possibilitarão alargar a rede na zona coincidente com o traçado da conduta.

Segundo a Indaqua, a empresa concessionária das redes de água e saneamento no município de Oliveira de Azeméis, a empreitada compreende a execução de uma conduta adutora inserida no sistema em alta das Águas do Norte numa extensão aproximada de seis mil metros. A empreitada inclui ainda a execução de cerca de 1 700 metros de rede de distribuição não só na freguesia de Travanca uma vez que está prevista a construção de 850 metros para ligação à rede da zona industrial de Loureiro, permitindo desativar captações e um reservatório hidropneumático existentes.

Segundo o presidente da autarquia de Oliveira de Azeméis, o investimento vai beneficiar as freguesias mais a sul do concelho servindo “uma parte da população que, infelizmente, nos últimos anos tem tido alguns problemas de abastecimento de água”.

O arranque da construção foi assinalada simbolicamente com a presença, no local, do presidente da Indaqua, Enrique Castiblanques, do presidente do município, Hermínio Loureiro, de vereadores e técnicos que assistiram ao início dos trabalhos.

Outro investimento relevante a iniciar brevemente será a construção do emissário do Cercal, uma infraestrutura que servirá as freguesias situadas na zona norte do município

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *