Celorico de Basto, Cultura

Em Celorico de Basto o Verão é sinónimo de Festivais

_DSC9221

No dia 16 de julho, a Praça Albino Alves Pereira recebeu o XVI Festival Internacional de Folclore “ Os Amigos do Castelo” promovido e organizado pelo Grupo Folclórico os Amigos do Castelo, o único festival internacional de folclore promovido no concelho.

“O folclore é uma cultura popular que nos identifica e que muito valorizamos, pelos usos e costumes associados às danças e cantares tipicamente minhotos e enraizados nas nossas vivências” palavras do presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, presente no festival. “É importante manter vivas as tradições, é fundamental dá-las a conhecer, é crucial que não se percam, por isso é preciso que outros adquiram o gosto por esta cultura” realçou.

O XVI Festival de Folclore contou com a participação do Grupo Folclórico “Os Pescadores” de Vila Chã, Vila do conde, Com o Grupo de Danças e Cantares de Mafamude, de Vila Nova de Gaia, o Agrupación Tradicional Xironsa, Corvilhón, Cambados, Espanha e o Grupo Anfitrião, Grupo Folclórico dos Amigos do Castelo.

Por norma este festival apresenta um programa extenso antes de subirem ao palco para o festival propriamente dito. Os grupos foram recebidos nos Paços do Concelho com assinatura do livro de honra. Mais tarde deu-se o desfile pela avenida de Celorico de Basto até à Praça Albino Alves Pereira onde foram entregues os galhardetes e as fitas, cerimónia que antecedeu a atuação dos grupos convidados.

Segundo Francisco Lemos, presidente do Grupo anfitrião, “este é um evento que dá muito trabalho mas que vale a pena sobretudo, pela forma graciosa como os grupos se apresentam e como são bem recebidos pela população local. É muito importante sentir o carinho do público e verificar que a tradição do folclore se mantêm bem vivas” realçou.

Este ano este festival de folclore contou com a presença de Mr.Milk – Rosa de Fogo, cuspidor de Fogo e malabarista que tornou o desfile ainda mais atrativo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *