Cultura, Melgaço

Melgaço celebra sétima arte com mais um festival de cinema

Filmes do Homem

O festival de documentário de Melgaço FILMES DO HOMEM terá a sua apresentação no espaço Mira Fórum, no Porto, no dia 12 de julho, às 18h00, e contará com a presença de Manoel Batista, Presidente da Câmara de Melgaço, Carlos Viana, Presidente da associação Ao Norte, Pedro Sena Nunes, realizador e tutor da residência artística Plano Frontal, Daniel Maciel, organizador do curso de verão Fora de Campo, e Bernard Despomadères, curador da exposição Histórias Sem Palavras, que estará patente no Museu de Cinema Jean Loup Passek durante o festival.

Pelas 18h30 serão apresentados os documentários produzidos durante a residência artística Plano Frontal, que decorreu durante a edição do ano passado. Este será também um momento para conhecer a programação completa e antever excertos dos filmes e das exposições que serão apresentados de 2 a 7 de agosto, em Melgaço, nas freguesias que circundam o município e numa extensão a Arbo, na Galiza.

O festival de documentário de Melgaço FILMES DO HOMEM, que se realiza de 2 a 7 de agosto, selecionou para competição, nesta edição, 13 longas-metragens e 14 médias e curtas-metragens, oriundas de vários países, como Portugal, Irão, China, Israel, Suécia, Polónia, Irão, Espanha, Brasil, Israel, França, Reino Unido, Canadá, Austrália, Palestina, Alemanha, Suíça e África do Sul. Vários dos realizadores estarão presentes durante o festival para partilharem as suas experiências e desvendarem as abordagens ao temas-chave deste ano: identidade, memória e fronteira.

Todos estes filmes são candidatos ao prémio Jean Loup Passek, em homenagem ao crítico e programador de cinema que doou parte do seu espólio ao Município de Melgaço, e os filmes portugueses estão também a concorrer ao prémio de melhor documentário português. Os prémios a atribuir pretendem distinguir a melhor longa-metragem (3.000€), a melhor média ou curta-metragem (1.500€) e o melhor documentário português (1.000€). O júri é constituído por Manuela Penafria, Margarida Cardoso, Renato Athias, Tiago Afonso e Xurxo Chirro.

De 3 a 7 de agosto realiza-se o curso de verão FORA DE CAMPO, que será um encontro de reflexão e debate multidisciplinar com uma abordagem teórica, através de seminários, e uma abordagem prática, com um workshop. O objetivo é debater e desenvolver práticas criativas em torno do cinema e das ciências sociais e humanas, tendo como ponto de partida a temática de Identidades. O curso tem como coordenador geral o antropólogo e professor universitário José da Silva Ribeiro.

 

O Festival FILMES DO HOMEM organiza também a residência cinematográfica e Fotográfica Plano Frontal, a decorrer em Melgaço de 29 de julho a 7 de agosto de 2016, com alunos ou recém graduados de Cinema e Fotografia.

 

FILMES DO HOMEM, Festival Internacional de Documentário de Melgaço é organizado pela Câmara Municipal de Melgaço em parceria com a AO NORTE – Associação de Produção e Animação Audiovisual, e pretende promover e divulgar o cinema etnográfico e social, refletir sobre identidade, memória e fronteira e contribuir para um arquivo audiovisual sobre a região.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *