Destaque, Óbidos, Sociedade

Óbidos faz parceria com a universidade de Harvard

Harvard

O Município de Óbidos iniciou o processo de construção de uma parceria com a Universidade de Harvard, através de uma equipa de investigadores do “Project Zero”. Este núcleo de investigação da Universidade de Harvard, criado por Nelson Goodman, em 1967, tem dedicado a sua intervenção na área da educação artística e, nos últimos anos, as suas investigações também incluem áreas como a inteligência, a compreensão, o pensamento ou a criatividade.

O primeiro contacto efetuado entre os investigadores de Harvard e uma parte da equipa das Escolas D`Óbidos aconteceu no dia 6 de junho. Nesta reunião, a prioridade foi apresentar não só o projeto educativo das Escolas D`Óbidos, mas também toda a estratégia que o Município está a implementar no território e a sua ligação à área da educação. No final da reunião, os investigadores de Harvard transmitiram que estavam perante um projeto bastante interessante e integrado nas linhas de ação da própria universidade, pelo que estavam disponíveis para colaborar com Óbidos, ajudando a ultrapassar alguns obstáculos e a impulsionar o projeto educativo.

A sua colaboração passará por criar uma equipa de investigadores que possam conceber, apoiar e acompanhar os diversos projetos das Escolas D`Óbidos. Este acompanhamento poderá resultar num conjunto de documentos científicos de avaliação e motorização dos projetos das Escolas D`Óbidos, bem como da qualificação profissional dos professores e outros técnicos de educação.

Após esta primeira reunião, o grupo de investigadores de Harvard desenhou um modelo conceptual de colaboração e integração de Óbidos na rede do Project Zero, através de duas linhas de intervenção:

·         “Children Are Citizens”: esta rede surge com um conjunto de escolas que têm desenvolvido um trabalho pedagógico inspirado na Abordagem de Reggio Emilia (Itália). O objetivo é reconhecer que a criança tem um papel ativo e participativo no território, pelo que a educação deve-lhe proporcionar o desenvolvimento de competências essenciais, tais como o pensamento crítico e criativo, a comunicação, ou o trabalho cooperativo. Estaremos a criar uma comunidade de alunos que estão interessados em compreender outras perspetivas e que desejam participar ativamente no meio que os rodeia. Esta predisposição precoce de intervirem no território criará relações significativas e duradouras entre os cidadãos mais jovens e o território de Óbidos. O suporte de Harvard neste modelo será de Óbidos aprender a usar a documentação pedagógica para fortalecer esta articulação entre alunos, escolas e território.

·         “Pedagogy of Play”: esta linha de intervenção está relacionada com o trabalho que o Project Zero está a coordenar através da Fundação LEGO. Esta abordagem pedagógica centra-se na conceção que o “brincar” é uma das principais formas da criança aprender. O principal objetivo do grupo de investigadores é explorar formas de garantir que este modelo passe a ser implementado nas escola, através da criação de ferramentas que apoiem educadores, professores, gestores e pais. Estas ferramentas também garantirão a integração de diversos grupos etários e diversas disciplinas. Ou seja, é uma intervenção pedagógica multi e transdisciplinar. Em Óbidos, através dos espaços como o atelier ou os MakerSpaces (programação e robótica), o grupo de investigadores poderá ajudar a integrar este modelo nas escolas, em que os professores assumam um modelo de ensino mais ativo, incorporando também ferramentas mais tecnológicas.

 

Estas duas linhas de intervenção poderão integrar o projeto educativo das Escolas D`Óbidos, tendo já sido definida a equipa de investigadores que vai acompanhar o projeto de óbidos, nomeadamente Daniel Wilson, Mara Krechevsky e Ben Mardell.

Definido o modelo conceptual e a equipa de investigadores, vai iniciar-se uma nova fase de articulação entre as Escolas D`Óbidos e a equipa de investigadores para definir a forma de colaboração, tendo já sido agendadas reuniões por videoconferência.

Em Outubro, Óbidos estará em Washington, durante uma conferência organizada pelo Project Zero “Learning Together, Leading Together”, estando previstas reuniões para concertarmos a estratégia entre Óbidos e Harvard e finalizar o modelo de cooperação. Está igualmente prevista a primeira visita dos investigadores de Harvard a Óbidos, no início do próximo ano.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *