Celorico de Basto, Desporto, Destaque, Saúde

Heart Run em Celorico de Basto decorreu mesmo debaixo de chuva intensa

As condições meteorológicas pouco agradáveis não foram entrave para a III Heart Run, Corrida e/ou Caminhada pelo coração. A ação decorreu no dia 28 de maio, num percurso fácil, maioritariamente em ecopista, dificultado pela chuva, com cerca de 200 participantes.

“Estamos habituados às adversidades por isso, não seria uma chuva que nos iria fazer ficar em casa” disse o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, participante na prova. “Claro que tivemos cuidados redobrados para evitarmos uma gripe mas não podíamos deixar de participar numa iniciativa que procura sensibilizar para os problemas cardiovasculares. Temos que evitar comportamentos sedentários e adquirir comportamentos saudáveis. Neste concelho, felizmente temos cada vez mais praticantes de exercício físico em diferentes modalidades que usufruem dos equipamentos que temos à sua disposição” disse. Joaquim Mota e Silva salientou a necessidade de repetir estes eventos. “A sensibilização é primordial para que o bem-estar das populações. É preciso educar para a saúde, criar hábitos, manter as pessoas atentas à sua saúde para evitar problemas futuros”, realçou.

Nesta edição, a Heart Run, contou com um convidado especial, Neno, ex-jogador de futebol, para regozijo de todos os participantes. “Agradeço o convite gostei muito de participar nesta iniciativa, é importante que as pessoas pratiquem exercício físico pelo seu bem-estar” disse Neno.

Esta iniciativa foi promovida pelo município de Celorico de Basto em parceria com a UCC Mãos Amigas, através da Unidade Móvel de Saúde e o CLDS 3G.

Relativamente às atividades de “maio mês do coração” esta foi a única iniciativa direcionada à prática do exercício físico. “Este ano a Fundação Portuguesa de Cardiologia incidiu nos temas “já tomou o pequeno-almoço hoje?” e, “de pequenino se cuida do coração” mas esta atividade, dedicada ao desporto, é muito procurada e mostra-se uma excelente forma de sensibilização para a problemática incutindo verdadeiramente o gosto pela prática desportiva associada ao bem-estar cardíaco, por isso, temos por objetivo mantê-la como atividade recorrente” disse Cristina Moreira da UMS.

De facto, pretende-se objetivo instituir na população a vontade de praticar exercício físico pelo bem-estar do coração.

A Heart Run tem a particularidade de ter um percurso em formato coração. Em 2017 prevêem-se novidades numa prova cada vez mais procurada.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *