Elvas, Sociedade, Turismo

Património Turismo e Segurança em jornadas realizadas em Elvas

unnamed (82)
As Jornadas de Reflexão com o tema “Património, Turismo e Segurança” realizaram-se ontem, terça-feira dia 24, no auditório da Escola Superior Agrária de Elvas, numa organização da Câmara Municipal de Elvas e Polícia de Segurança Pública (PSP).

A iniciativa inseriu-se nas comemorações dos 138 anos do Comando Distrital de Portalegre da PSP e começou às 9 horas, com os debates relacionados com o património, turismo e segurança. Seguida de visita ao Museu de Arte Contemporânea de Elvas e terminou no Forte da Graça.

Na sessão de abertura, esteve presente o presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, o comandante do Comando Distrital da PSP de Portalegre, Joaquim José da Silva Nunes Simão, o superintendente-chefe José Ferreira de Oliveira, diretor Nacional Adjunto da Unidade Orgânica de Recursos Humanos e o Diretor da Escola Superior Agrária de Elvas, José Manuel Rato Nunes.

Nuno Mocinha deu os parabéns à PSP por esta iniciativa e aceitou logo participar e colaborar neste aniversário. Frisou que “é importante esta preocupação” por parte da Polícia de Segurança Pública “com a cidade que é Património Mundial”, pois “o aumento de turistas tem sido em larga escala”. Na sua intervenção, ficou a promessa que “estamos a pensar em melhores instalações para a PSP e também temos pensado a cedência de uma viatura”, integrada num protocolo aprovado pela autarquia na reunião de ontem.

Para o comandante do Comando Distrital da PSP de Portalegre, a parceria entre a PSP e a Câmara Municipal de Elvas “é uma realidade muito importante e a ajuda de técnicos e funcionários fundamental para que o evento se realizasse”. Completou a sua intervenção dizendo que “desde que Elvas é Património Mundial, há um aumento de visitantes; por isso, a PSP sentiu uma nova necessidade neste campo, temos que manter esta cidade atrativa e segura para quem a visita”.

O superintendente-chefe José Ferreira de Oliveira encerrou a sessão de abertura com as seguintes palavras: “estamos aqui para mostrar o que somos e o que fazemos, pois é com iniciativas e informação que junto da comunidade evitamos o medo.”

As jornadas tiveram dois painéis: o primeiro sobre “O Património Cultural e o Turismo” e o segundo sobre “Respostas Policiais aos desafios do Turismo”.
Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *