Cultura, Póvoa de Lanhoso

Câmara Municipal comemora 20 anos do Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso

Preparativos Manto de Papoilas no Castelo de Lanhoso 1

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso está a preparar as comemorações dos 20 anos de existência do Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso. As primeiras iniciativas decorrem já neste próximo fim de semana.

“O Castelo de Lanhoso é o nosso ex libris e o espaço museológico existente na Torre é um dos atrativos deste local, contribuindo para que os turistas e também os povoenses venham até cá conhecer um pouco mais da nossa história. Em 2015, tivemos cerca de 10 mil visitantes só no núcleo museológico, mas ambicionamos aumentar este número”, refere o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista.

Assim, na sexta-feira, dia 20 de maio, o programa apresenta a abertura de uma instalação artística designada “Manto de Papoilas no Castelo”, que irá revestir a fachada exterior e principal da Torre de Menagem e que foi desenvolvida em articulação com diversas entidades do nosso concelho, como IPSS’s e Centros de Convívio. Esta abertura está marcada para as 21h00.

No mesmo dia segue-se “O concerto ainda mais pequeno do mundo”, a partir das 22h00, já no interior da Torre de Menagem do Castelo de Lanhoso. As entradas estão sujeitas a reserva e a lotação é limitada. Trata-se da segunda edição de uma iniciativa que visa criar maior cumplicidade entre visitantes e o espaço museológico, num clima de maior proximidade e intimidade. É uma oportunidade a não perder, pois permite conhecer o núcleo de uma forma não usual.

O programa deste fim de semana fica completo no sábado e no domingo, dias 21 e 22 de maio, altura em que serão possíveis visitas gratuitas ao núcleo museológico. De referir que esta proposta dirige-se, em particular, às pessoas que, no domingo, irão tomar parte da peregrinação do arciprestado ao Pilar, tendo as mesmas (e todas as outras) uma oportunidade para voltarem a visitar ou conhecerem aquele espaço.

As comemorações terminam quase no final deste ano, no Dia Nacional dos Castelos (7 de outubro). O programa engloba mais exposições (entre julho e outubro), mais música (julho e agosto) e atividades ao ar livre, como caminhadas (agosto) e um acampamento (setembro), para além de um mercado medieval (julho).

Este espaço museológico, inaugurado a 28 de outubro de 1996, assume-se, desde então, como uma referência patrimonial e cultural para o concelho povoense, sendo que esta área expositiva alberga espólio arqueológico, proveniente do Castro de Lanhoso, relevante para o estudo da Cultura Castreja do noroeste peninsular.

Para melhorar as condições de visita, em 2010, o Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso sofreu uma profunda reformulação do espaço expositivo, destacando-se a maior visibilidade conferida às paredes e às siglas aí inscritas e a criação de mais um piso, através do qual é possível observar não só a laje onde a torre foi erguida, mas também um monumento descoberto no decorrer dos trabalhos arqueológicos e que se suspeita ser pré-romano. Associando este aspeto a uma nova forma de comunicar este espaço museológico, registou-se um notável aumento do número de visitantes. A reformulação do preçário e uma maior aproximação das instituições de ensino foram, também, fatores fundamentais para que, a partir do dia 1 de julho de 2014, o registo de visitantes tenha aumentado significativamente, alcançando 10 mil visitantes no interior do Núcleo Museológico do Castelo de Lanhoso, no ano de 2015.

Estas comemorações integram também essa mesma estratégia de divulgação e dinamização turística e cultural do ex libris do concelho, ou seja, o Castelo de Lanhoso.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *