Montijo, Sociedade, Turismo

Ministro da Agricultura inaugura Feira do Porco no Montijo

inauguracao feira do porco (1)

A 23.ª Feira Nacional do Porco foi inaugurada no dia 12 de maio, no Montijo, com as presenças do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, do presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, e do presidente da Federação Portuguesa das Associações de Suinicultores, Vítor Menino.

A crise que o sector suinícola enfrenta e as medidas de impulso ao mesmo foram as notas dominantes dos discursos oficiais, com o ministro Capoulas Santos a revelar a aprovação, em Conselho de Ministros, de duas linhas de crédito para o sector: “Portugal é o país da União Europeia que está a ir mais longe na adoção de medidas. As duas linhas de crédito aprovadas, uma a três anos e outra a seis anos, têm como objetivo resolver problemas de tesouraria e de endividamento”.
O ministro da Agricultura realçou, igualmente, outras medidas que o Governo tem implementado para apoiar o sector, tanto no plano interno como no plano da política externa, deixando uma palavra de esperança para os produtores e incentivando os agentes da fileira do porco a “olhar para o futuro, inovar e abrir novos mercados”.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, falou da necessidade de uma estratégia consistente entre os vários atores do sector, desde os políticos aos empresários, salientando que “no meio de tantos problemas que a suinicultura enfrenta já há alguns anos, a Feira Nacional do Porco afirma-se como uma das grandes realizações do país no domínio da agropecuária e da indústria agroalimentar. Uma realização de grande irradiação económica, de abertura à sociedade, de unidade e coesão entre os suinicultores e um instrumento de afirmação da cidade do Montijo”.

Vítor Menino, presidente da Federação Portuguesa das Associações de Suinicultores, afirmou que a Feira Nacional do Porco “é um momento de mostrar ao país que, apesar de todas as contrariedades, não desistimos”. Deu nota positiva às medidas anunciadas pelo Governo e realçou a necessidade de fazer frente aos problemas estruturais do sector suinícola.

O presidente da FPAS deixou, ainda, uma palavra de reconhecimento ao trabalho executado pela câmara na beneficiação das instalações do Parque de Exposições: “desde a primeira hora, que o Município do Montijo se assumiu como um parceiro na organização da feira. As intervenções feitas nas instalações dignificam o sector, permitindo que esta seja a maior e a melhor feira do porco de sempre e uma referência no sector suinícola ibérico”.

A Feira Nacional do Porco está a decorrer até 14 de maio, no Parque de Exposições do Montijo. Os sabores estão em força, mas também os sons e as imagens são motivações para visitar o certame que reúne o que de melhor se faz em Portugal no sector da suinicultura e no concelho do Montijo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *