Estremoz, Sociedade

Centro Ciência Viva de Estremoz participa em exposição colectiva

image004 (9)

O Consórcio Ciência Viva, representado pelos Centros Ciência Viva de Estremoz, Alviela, Bragança e Proença-a-Nova, em parceria com a FenaCerci e a Câmara Municipal de Lisboa, desafiam-no a experimentar a exposição interativa “Por que somos como somos? A evoluir há 4 570 milhões de anos”, que estará patente a partir de amanhã, 5 de maio e até 15 de maio, no Terreiro do Paço, Sala dos Arcos do Torreão Poente, em Lisboa.

Compreender a enorme diversidade da vida existente no nosso planeta implica o cruzamento de saberes. Biólogos, Físicos, Geólogos, Matemáticos e Químicos juntam-se para nos fazerem viver a Evolução da Vida através de experiências interativas.

Quatro Centros Ciência Viva, três Instituições de Ensino Superior e três Centros de Investigação Científica unem-se para nos explicarem “Por que somos como somos? A evoluir há 4 570 milhões de anos”.

A exposição “Por que somos como somos? A evoluir há 4 570 milhões de anos” foi financiada pelo Ciência Viva – ANCCT e teve a coordenação científica da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora, do Instituto de Ciências da Terra e dos Institutos Politécnicos de Bragança e Leiria.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *