Évora, Sociedade

“Cãovida” leva animais ao Estabelecimento Prisional e combate o abandono em Évora

logo final 26 abril__a-page-001

A Câmara Municipal de Évora está a desenvolver com várias instituições públicas e privadas, o projeto “Cãovida”, que visa promover a posse responsável e o combate à sobrepopulação de cães e gatos no concelho de Évora em benefício da saúde pública do município.

O Évora “Cãovida” pretende, entre outros aspetos, fortalecer o vínculo dono-animal. Já está no terreno, nomeadamente com a realização de uma série de visitas ao Estabelecimento Prisional com o intuito de melhorar a qualidade do tempo do recluso, pela interação com o animal e com pessoas exteriores ao seu meio, e simultaneamente promover o bem-estar do animal.

Semanalmente, uma equipa de voluntários do Projeto Fiel (serviço municipal de veterinária) e respetivos cães (para adoção) visita o Estabelecimento Prisional de Évora para, ao longo de uma hora, proporcionar momentos de contato e aprendizagem entre alguns dos reclusos e os animais, com obvio benefício mútuo.

Contudo, o projeto Évora “Cãovida” propõe-se convocar todos os munícipes para práticas de coparticipação em ações comunitárias de saúde, social e de cidadania.

Neste sentido, o “Cãovida”, que envolve as juntas de freguesia, a Associação de Estudantes de Medicina Veterinária da Universidade de Évora, a Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central, outros profissionais da área, escolas, faculdades, empresas, associações, grupos cívicos e religiosos, irá centrar o seu Plano de Ação em três áreas distintas: Esterilizar Solidário; Treino Canino e Campanha Contra Dejetos na Via Pública.

O programa “Esterilizar Solidário” dirige-se à população comprovadamente carenciada em termos económicos. Irá desenvolver-se em três momentos ao longo do ano, estando prevista a realização de 100 intervenções cirúrgicas (cães e gatos) no Hospital Veterinário da Universidade de Évora em conjunto com a Associação para a Redução Populacional e Abandono.caovida

Entretanto, dentro em breve irão ser agendadas sessões de treino canino, na área geográfica de cada junta de freguesia. Estas sessões visam promover regras de convivência entre o cão, a família e o meio onde habitam. Ao mesmo tempo procura-se reforçar o vínculo entre o animal e o seu dono, contribuindo desta forma para a redução do abandono.

O combate aos dejetos caninos na via pública irá ser desenvolvido através de várias ações em conjunto com as juntas de freguesia, sendo atualmente um problema de saúde pública, com um impacto negativo na imagem da cidade.

 

Três centenas de cães abandonados em 2015

O abandono animal tem vindo a aumentar consideravelmente, sendo por isso urgente promover o conceito de posse responsável. Em termos estatísticos, no concelho de Évora, em 2015 houve um aumento significativo na ordem dos 80 por cento em relação ao ano transato.

Foram cerca de 300 os animais, na sua maioria cães, que deram entrada no canil municipal resultantes de abandono ou detenção irresponsável. “Este número significa um aumento de 80% relativamente a 2014, onerando consideravelmente o município”, refere o vereador responsável pela área.

Segundo João Rodrigues, “os custos para a Câmara na captura, recolha, tratamento veterinário, manutenção e alojamento, eutanásia, incineração, adoção, limpeza de espaços públicos é de cerca de 25 mil euros por mês”.

Perante este cenário, a autarquia decidiu desenvolver o projeto “Évora Cãovida” no âmbito da saúde pública veterinária. Ao Município juntam-se, com o mesmo objetivo, as mais diversas entidades com atividade direta ou indiretamente relacionada com o mundo animal.

“Vamos procurar implementar medidas capazes de reduzir a quantidades de cães e gatos abandonados, tendo como consequências consideráveis diminuições de gastos públicos e promoção da melhoria da qualidade de vida para os animais e para as pessoas”, refere ainda João Rodrigues.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *