Montijo, Turismo

Montijo quer mais turismo

vista montijo

A necessidade de consolidação das potencialidades e do progresso turístico do concelho do Montijo foi o tema principal da reunião realizada no dia 18 de abril entre o presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, e o presidente da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL), Vítor Costa.

Nuno Canta mostrou o interesse do município em aprofundar o seu papel no âmbito da territorialização do turismo da Região de lisboa, nomeadamente através da criação de mecanismos e iniciativas que permitam que o Montijo possa beneficiar mais fortemente do fluxo de turistas que, diariamente, chegam a Lisboa.

Neste sentido, foi colocada a possibilidade de criação de um pacote turístico a divulgar nos hotéis da capital para promoção das Festas Populares de São Pedro. Uma ideia que será, agora, aprofundada pelos serviços municipais e pela ERT-RL e que pretende trazer ao Montijo mais turistas durante as principais festividades do concelho, para que estes possam desfrutar da cultura, da identidade e das tradições locais.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo abordou, ainda, a questão da instalação do novo aeroporto na Base Aérea n.º 6 do Montijo, tendo o presidente da ERT-RL manifestada a sua concordância com esta hipótese, pois permitirá colmatar o problema do crescimento exponencial de turistas que chegam a Lisboa por via aérea.

Ainda neste âmbito, foi igualmente, focada a questão da ligação do novo aeroporto aos outros concelhos da Margem Sul através da construção de uma infraestrutura de transportes públicos, concretamente através do Metro Sul do Tejo. Vítor Costa considerou uma excelente ideia e uma forma de ancorar mais o futuro aeroporto à região de Setúbal.

Recorde-se que, entre 2013 e 2014, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, a procura turística no Montijo cresceu 77 por cento. Para a Câmara Municipal do Montijo, o turismo assume-se como uma vetor estratégico da sua política de desenvolvimento territorial e de dinamização da economia local.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *