Cultura, Sardoal

Sardoal Jazz volta a juntar destacados músicos no Centro Cultural Gil Vicente

CARTAZ_JAZZ_2016_

Depois do sucesso da primeira edição, o Sardoal Jazz está de volta ao Centro Cultural Gil Vicente, nos dias 6, 7 e 8 de maio. Considerado já uma referência a nível de eventos do mesmo género, o programa deste ano é composto por músicos reconhecidos nacional e internacionalmente como Mário Laginha, Pedro Madaleno Sexteto e Xaral´s Dixie.

O primeiro dia do Sardoal Jazz, a 6 de maio, recebe os Xaral´s Dixie pelas 21h30. O grupo distribui-se entre múltiplos instrumentos como trombone, sousafone, bateria, banjo, saxofone, bombo e trompete. São conhecidos pelo seu estilo descontraído, irreverente e alegre, e o seu repertório está repleto de influências da música old jazz e dixie.

No sábado, 7 de maio, pelas 21h30, o palco do Centro Cultural Gil Vicente acolhe o concerto de Pedro Madaleno Sexteto. O músico que dá nome ao sexteto é um dos mais destacados guitarristas do jazz português e apresenta-se em concerto acompanhado por Diogo Vida (piano), João Barradas (acordeão), Yuri Daniel (baixo), Bruno Pedroso (bateria), João David Almeida (voz e guitarra).

O Sardoal Jazz termina a 8 de maio com um concerto de Mário Laginha, pelas 16 horas. O conhecido músico, com mais de vinte anos de carreira, apresenta-se a solo ao piano para um grandioso espetáculo.

O Sardoal Jazz nasceu da vontade do Município Sardoalense em dar resposta a uma lacuna na programação musical da região em duas vertentes distintas. Por um lado, trazer à região espetáculos de música jazz de elevada qualidade para os amantes deste género musical e, por outro lado, a aposta na formação de públicos, apresentando concertos e grupos de um estilo musical diferente.

Os bilhetes por concerto têm o valor de 3 euros, sendo que o passe para os três dias custa 6 euros, podendo ser adquiridos na bilheteira do Centro Cultural Gil Vicente de terça a sexta-feira entre as 16 e as 18 horas, aos sábados e domingos entre as 15 e as 18 horas ou 45 minutos antes do início do espetáculo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *