Cultura, Torres Vedras

“Voz Melancólica” – Concerto da Temporada Darcos em Torres Vedras

Temporada Darcos 2016

O Átrio da Câmara Municipal de Torres Vedras foi o local escolhido para a realização do concerto “Voz Melancólica”, integrado na Temporada Darcos 2016, que terá lugar no dia22 de abril, às 21h30.

“Tal como Mozart, Mendelssohn foi um dos mais prodigiosos e precoces génios da história da música ocidental: compunha abundantemente aos onze anos, e aos quinze criou algumas das suas obras-primas, como o Octeto para Cordas ou a Abertura de “Sonho de uma noite de verão”. O Quarteto em Fá menor, opus 80, foi a última partitura que o compositor concluiu antes da sua morte precoce em 1847. Plena de desespero e de inquieta melancolia, mas insuflada por um intenso lirismo romântico, esta obra singular reflete um homem sombrio e devastado que acaba de perder a irmã e parece pressentir a sua própria morte. Completando o programa, o tenor João Rodrigues interpretará uma seleção de canções de Schubert, revisitadas aqui para quarteto de cordas, e a cantiga do poeta quinhentista, João Roiz, posta em música por Nuno Côrte-Real. Uma noite lírica e melancólica oferecida pela música interior de dois mestres oitocentistas, um concerto a que não deve faltar!”

 

Programa:

F. Mendelssohn (1809-1847)

Quarteto de cordas em fá menor, op. 80

I.Allegro assai
II. Allegro assai

III. Adagio

  1. Finale: Allegro molto

 

pausa

N. Côrte-Real (1971-)

Partem tam tristes (cantiga de João Roiz) Opus 51

(para voz e quarteto de cordas)

 

  1. Schubert (1797-1828)

Nacht und träume
An Silvia
Du bist die ruh
Die forelle

(arranjos para voz e quarteto de cordas de N. Côrte-Real)

 

João Rodrigues, tenor

 

ENSEMBLE DARCOS

Emanuel Salvador e Ana Madalena Ribeiro, violinos

Reyes Gallardo, viola

Filipe Quaresma, violoncelo

 

A Temporada Darcos 2016 tem o apoio institucional do Município de Torres Vedras,

do Centro Cultural de Belém, Teatro Municipal Joaquim Benite (Almada), da RDP-Antena 2,

da Direção Geral das Artes/Ministério da Cultura e da Embaixada de Espanha.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *