Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Árvore “filha” do Carvalho de Calvos no Jardim Botânico da UTAD – Póvoa de Lanhoso

Carvalho de Calvos na UTAD 1

Oferecida pelo Município da Póvoa de Lanhoso à Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD), um jovem carvalho alvarinho, uma árvore “filha” do centenário Carvalho de Calvos, foi recentemente plantada no Jardim Botânico da UTAD, em Vila Real.

A cerimónia realizou-se no passado dia 18 de março. Esta plantação foi efetuada pelo Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, pelo Reitor, António Fontainhas Fernandes, e pelo Presidente da CCDR-N, Emídio Gomes.

O Município da Póvoa de Lanhoso esteve representado pela técnica do Centro de Interpretação Carvalho de Calvos, local onde nasceu o carvalho oferecido e onde foi envasado para oferta em abril de 2015.

Esta cerimónia enquadrou-se no âmbito do programa de comemoração dos 30 anos da UTAD, envolvendo, de entre outros momentos, a assinatura de protocolos entre aquela Universidade e Autarquias.

Junto à árvore foi colocada uma placa descritiva, que será uma importante forma de divulgação do Carvalho de Calvos da Póvoa de Lanhoso e do seu legado de preservação de espécies autóctones.

De lembrar que o conhecido carvalho de Calvos (Quercus robur) foi classificado, em 1997, como Árvore de Interesse Público. Estima-se que, pela sua idade (cerca de 500 anos), seja o Carvalho mais antigo da Península Ibérica e o segundo mais antigo da Europa. Trata-se, provavelmente, do maior carvalho existente no nosso país, apresentando um perímetro do tronco na sua base de 12 metros, uma copa com o diâmetro de cerca de 40 metros e uma altura aproximada de 30 metros. Esta plantação irá contribuir para o seu conhecimento, preservação e multiplicação.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *