Cultura, Sardoal

CPCJ de Sardoal promove teatro sobre violência doméstica

teatro_CPCJ

“Meu Marido que Deus Haja” é o nome da peça de teatro que vai subir ao palco do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, no sábado, 9 de abril, pelas 21h30m.

Com organização da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Sardoal, em parceria com o Município, o enredo tem como principal temática a violência doméstica e pretende sensibilizar a comunidade para aquela problemática.

Com produção do Teatro Olimpo, de Ansião, “Meu Marido que Deus Haja” é encenada por Casimiro Simões, contando com interpretação de Ricardo Vinagre, Sara Joaquim, Sónia Valente e Wilson Subtil.

A peça de teatro, uma comédia escrita por André Brun, conta a história de uma ex-imigrante no Rio de Janeiro, Anastácia, viúva, vítima de violência doméstica no seu primeiro casamento. No decorrer do espetáculo ficamos a conhecer os problemas conjugais de Paulo, marido de Anastácia, que vive na permanente angústia de tentar superar as qualidades do primeiro marido da esposa, já falecido.

Esta iniciativa tem entrada gratuita, mas sujeita a levantamento de bilhete.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *