Cultura, Economia, Mangualde

Cerca de dois milhões de euros para cultura e património do concelho de Mangualde

Real Mosteiro Fornos Maceira DãoO Ministro da Cultura, João Soares, visitou ontem, dia 15 de março, o concelho de Mangualde. O Ministro visitou o Real Mosteiro de Fornos de Maceira Dão, na freguesia de Fornos de Maceira Dão, e ainda o Cineteatro de Mangualde, no centro da Cidade. João Soares avançou ontemque está disponível para ajudar a encontrar uma solução para o degradado Real Mosteiro de Santa Maria de Maceira Dão, em Mangualde, classificado como monumento nacional. ‘Saio daqui deslumbrado, mas não faço nenhuma promessa de dizer que há recursos que não há. Há sim uma disponibilidade total para cooperar e para ajudar a encontrar soluções que são de interesse nacional’, alegou.

‘É um monumento absolutamente fabuloso, embora numa situação muitíssimo difícil. É inteiramente privado, mas em relação ao qual temos o compromisso de procurar ajudar a facilitar a solução de um problema, que é um problema complexo’, acrescentou.

Na visita ao cineteatro de Mangualde, um edifício que se encontra degradado em pleno coração da cidade, e que vai ser alvo de obras de requalificação que rondam os 1,2 milhões de euros, como adiantou o presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo. O autarca explicou ainda que o município adquiriu o Cineteatro Império por cerca de 230 mil euros.

‘Vamos lançar o concurso nos próximos meses com o Portugal 2020 disponível’, declarou o edil mangualdense. O edifício fechado desde 1984, vai manter a sala principal com as mesmas dimensões, tendo capacidade para 400 pessoas. Serão ainda criadas salas de ensaio e multiusos.

O ministro da Cultura, João Soares, felicitou a Câmara Municipal de Mangualde pela ‘decisão absolutamente notável de recuperação do património, ainda por cima tratando-se de uma obra de um arquiteto tão importante como foi Keil do Amaral’.

‘São exemplos como este, que a Câmara Municipal de Mangualde nos dá, que têm de ser seguidos em todo o país. É nesta lógica que, apesar da escassez de recursos orçamentais que o Ministério da Cultura passa, queremos articular o nosso trabalho com as autarquias e a Câmara Municipal de Mangualde é um parceiro do Ministério da Cultura, numa obra que tem justamente a ver com a estratégia que procuramos seguir ao longo do país e deve ser dada como exemplo a muitas outras regiões do pais’, concluiu.

Para o Concelho de Mangualde estão previstos cerca de dois milhões de euros no mapeamento da Cultura, cerca de 500 mil euros para o Real Mosteiro de Fornos de Maceira Dão, 1.200 mil euros para o Cineteatro de Mangualde e mais de 200 mil euros para o Crasto do Bom Sucesso, na Freguesia de Tavares. Estes investimentos representam o cumprimento de um objetivo estratégico para o Concelho e um compromisso perante os Mangualdenses.

Esta visita contou ainda com a presença da Directora Geral da Cultura, Paula Silva, da Diretora Regional da Cultura, Celeste Amaro, e do Presidente da Comunidade Intermunicipal Viseu – Dão Lafões, José Morgado.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *