Economia, Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso quer constituir Grupos de Entreajuda para a Procura de Emprego

Apresentacao GEPE 2A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Sol do Ave – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Vale do Ave apresentaram os Grupos de Entreajuda para a Procura de Emprego (GEPE), que irão constituir-se no concelho Povoense, no âmbito do projeto Geração Lanhoso.

“Acreditamos que esta resposta é uma mais-valia para o Concelho da Póvoa de Lanhoso”, referiu o assessor da Presidência da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso para a área social, Sérgio Soares, na abertura da sessão, no dia 2 de março, no Centro Interpretativo Maria da Fonte. Estiveram ainda presentes elementos da Sol do Ave, como a Diretora do Departamento de Formação, Marta Coutada, e a coordenadora do Geração Lanhoso, Manuela Silveira, de entre outras presenças. A apresentação foi dinamizada por uma jovem que chegou a participar num GEPE.

Os GEPES são grupos informais de pessoas desempregadas que se encontram semanalmente para reunir esforços na procura ativa de emprego. Aumentam assim as suas redes de contactos e a probabilidade de encontrarem trabalho. O objetivo é de que possam ser constituídos três GEPES na Póvoa de Lanhoso, no decorrer do projeto Geração Lanhoso.

Os GEPE são uma iniciativa do Instituto Padre António Vieira e encontram-se em várias Instituições do país, existindo já 18 grupos por todo o país. Destinam-se a pessoas desempregadas que queiram livremente e de forma gratuita participar nesta dinâmica de apoio a outros desempregados, beneficiando desse mesmo apoio de uma forma recíproca.

Ultrapassar a desmotivação, o isolamento e a tendência depressiva; aumentar as competências para a empregabilidade; e alargar as redes sociais e de apoio são os objetivos destes grupos, que apresentam como vantagens ajudar – e com isso aumentar a autoestima – e ao mesmo tempo ser ajudado; aumentar a rede de contactos; partilhar informações e experiências relativas ao mercado de trabalho e à procura de emprego; partilhar emoções; e aumentar as competências para a empregabilidade.

Pretende-se que cada grupo seja constituído por dois animadores voluntários e por entre seis a 10 pessoas à procura de trabalho. Nas reuniões haverá partilha de atividades desenvolvidas com visa à obtenção de emprego; entreajuda emocional; e autoformação.

De lembrar que o projeto Geração Lanhoso tem a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso como parceiro local e a Sol do Ave como entidade promotora e coordenadora, sendo financiado no âmbito do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE), Tipologia de operação, Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS 3G).

Promover a inclusão social dos cidadãos da Póvoa de Lanhoso, com recurso a uma abordagem multissectorial e integrada, através de ações a executar em rede, por forma a combater a pobreza persistente e a exclusão social, é o objetivo geral do Geração Lanhoso, que tem três eixos de intervenção: Emprego, Formação e Qualificação (em que se insere a ação do dia 2 de março); Intervenção Familiar e Parental, Preventiva da Pobreza Infantil; e Capacitação da Comunidade e das Instituições.

O projeto, com duração de 36 meses, foi apresentado publicamente em novembro de 2015.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *