Cultura, Espinho, Turismo

Semana Santa 2016 em Espinho

A Câmara Municipal de Espinho promove, em conjunto com as paróquias de Anta e evss250_65789659656dd87d8c2811, à margem das celebrações religiosas, a encenação dos últimos dias da vida de Jesus Cristo.
Este evento surge na sequência da dinâmica de promoção e organização de eventos que o Município entende ser fundamental para potenciar o Concelho como destino turístico nesta época do ano.

Entrada Triunfal em Jerusalém
20 março | 15 horas
O Domingo de Ramos é o pórtico de introdução da Semana Santa.
Com a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém cuja Celebração começará na Igreja Matriz de Anta, onde se dá início à representação de alguns dos acontecimentos mais significativos narrados nos Evangelhos. Este primeiro dia que contará com uma nova dinâmica pelas ruas da cidade, com particular incidência no Largo da Câmara Municipal, terminará com a Eucaristia e Bênção dos Ramos na Igreja Matriz de Espinho.

Última Ceia
21 março | 21:30 horas – Igreja Matriz de Anta
22 março | 21:30 horas – Igreja Matriz de Espinho
Com uma visão renovada sobre a Última Ceia, que incluirá uma abordagem à Páscoa Judaica que se vivia antes de Jesus, é proposta uma noite especial, cujo objetivo será aprofundar mais ainda este momento de tão intenso significado e desconcertante mistério.

Concerto da Páscoa
23 março | 21:30 horas – Igreja Matriz de Espinho
A cidade de Espinho conserva a antiga tradição de no decurso da Quaresma promover um grandioso Concerto de Páscoa.
Este ano a Orquestra Filarmonia das Beiras e o Coro da Sé Catedral do Porto serão os protagonistas com a apresentação da obra Passio Domini Nostri Jesu Christi, OP. 65 de Józef Elsner, com a direção Musical a cargo do Maestro Tiago Ferreira.

Via Sacra
25 março | 21:30 horas – Parque João de Deus | Largo da Câmara | Ruas da Cidade | Igreja Matriz de Espinho
A representação das últimas horas da vida de Jesus é de todos os momentos o mais solene e comovente. Terá início no Parque João de Deus com a Agonia no Monte da Oliveiras (Getsémani) e o Julgamento no Sinédrio, junto ao edifício da Biblioteca Municipal. Depois da condenação à morte ordenada por Pilatos,  prosseguirá com os vários momentos da Via Dolorosa até à crucificação e colocação do seu corpo no sepulcro (Igreja Matriz).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *