Melgaço, Sociedade

Melgaço debateu a internacionalização e o financiamento no setor agroalimentar

MELGAÇO DEBATEU A INTERNACIONALIZAÇÃO E O FINANCIAMENTO NO SECTOR AGROALIMENTAR  2O BICMINHO, em cooperação com a Câmara Municipal de Melgaço, a ANFACO-CECOPESCA, a Confederación de Empresarios de Lugo e o Centro Tecnolóxico da Carne, reuniu vários convidados nacionais e galegos de áreas como o apoio ao financiamento e investimento, governo e internacionalização, em Melgaço. O evento que decorreu esta tarde (26 de fevereiro), no Salão Nobre da Câmara Municipal de Melgaço, marcou o encerramento do projeto LANPYMEXPORT.

 

«É ESSENCIAL PARA O TECIDO EMPRESARIAL TER O PODER NAS SUAS MÃOS E SÓ TERÁ ESSE PODER SE ADQUIRIR CONHECIMENTO DAS FERRAMENTAS CERTAS» – MANOEL BATISTA, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MELGAÇO

No momento da abertura dos trabalhos, o Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, sublinhou que «a autarquia tem a noção clara que é essencial para o tecido empresarial ter o poder nas suas mãos e só terá esse poder se adquirir conhecimento. Conhecimento das ferramentas certas e adequadas para fazer a atividade crescer». Referiu ainda que «a Câmara Municipal de Melgaço traz, através destas ações, esse conhecimento ao tecido empresarial para que as empresas possam crescer e garantir riqueza e desenvolvimento para a região, para que sejam motores de crescimento. Traz esse conhecimento em duas áreas essenciais: o financiamento e a internacionalização». A abertura do seminário esteve igualmente a cargo do Presidente do BICMINHO, André Vieira de Castro, e do Adjunto a Secretaria General de ANFACO-CECOPESCAO.

A tendência para a crescente globalização da concorrência e dos mercados, o número cada vez mais vasto de setores e de atividades e a explosão da Internet fazem com que a Internacionalização faça parte integrante das preocupações estratégicas das empresas. Surgem novos desafios e é necessário definir com clareza uma estratégia sustentável. Foi nesse sentido que o evento, intitulado “Indústria Agroalimentar – Desafios e Soluções para o Financiamento e a Internacionalização”, veio dar a conhecer às empresas as principais soluções de financiamento e internacionalização que estão ao seu dispor, bem como identificar e dinamizar um conjunto de contactos comerciais que se concretizem em vendas e oportunidades de negócio.

Assim, e pelas 15h00, foi debatido o «Setor Agroalimentar na Euro-região Norte de Portugal – Galiza: desafios e oportunidades», com as intervenções de Mário João de Sousa Barbosa Araújo e Silva, Diretor Regional Adjunto de Agricultura e Pescas do Norte, e Higinio Mougán Bouzón, Director-Gerente de AGACA – Unión de Cooperativas Asociación Gallega de Cooperativas Agrarias. O momento foi moderado por D. Xosé Lago, Secretario, Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galicia-Norte de Portugal.

Cerca de uma hora depois falou-se de «Como exportar com sucesso no sector agroalimentar: Case study “Projeto LANPYME Export”», com a moderação de Nuno Gomes, Administrador Executivo do BICMINHO, e com as intervenções de Xosé Ramón Vázquez Pérez, Coordinador OTRI de ANFACO-CECOPESCA, António de La Cruz, Partner da EOSA CONSULTORES, e João Paulo Ferreira, Diretor Internacionalização BICMINHO.

Pelas 17h15 o debate foi aberto a todos os presentes para trocas de ideias e dúvidas, com o encerramento a acontecer pelas 17h30.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *