Cultura, Oliveira de Azeméis

Concerto de David Fonseca a abrir e comédia a fechar o Ciclo da Primavera em Oliveira de Azeméis

Logo-CicloPrimavera16-01Música com David Fonseca, teatro de revista com um elenco de sete atores, e comédia com dois humoristas conhecidos do grande público, fazem o cartaz deste ano do Ciclo da Primavera que decorre entre os meses de Março e Maio.

Quase que não precisa de apresentação o bloco de espetáculos que a Câmara Municipal oferece todos os anos ao público oliveirense. O Ciclo faz parte, há anos, da programação cultural do município com os espetáculos a decorrerem no Cine-teatro Caracas onde, em 2015, se realizaram 56 espetáculos com uma assistência próxima dos 23 mil espectadores.

“Continuamos a apostar no Ciclo da Primavera porque ele tornou-se já uma marca cultural que tem sido caraterizada nos últimos anos pela qualidade”, afirmou o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro, na apresentação do evento.

“Procuramos ter sempre um cartaz apelativo com artistas de dimensão nacional e internacional que atuam em grandes palcos”, acrescentou o autarca.
“Este ano não fugimos a essa regra e teremos nomes ligados à musica com David Fonseca a abrir naquilo que será uma noite inesquecível, ao teatro de revista, que é já uma tradição, e com dois grandes nomes do stand-up comedy que prometem uma noite a rir”, explicou.

O evento integra a aposta da autarquia em fazer da cultura um “fator de desenvolvimento local”, disse a vereadora da cultura, Gracinda Leal.
Ao longo do ano estão previstas outras ações de animação no âmbito de alguns eventos, dos quais Hermínio Loureiro destaca a Final 8 da Taça de Portugal masculina de basquetebol, entre os dias 17 e 20 de Março, e o Campeonato Europeu de Hóquei em Patins, entre os dias 11 e 16 de Julho.

Não fugindo às edições anteriores, este ano artistas consagrados continuarão a pisar o palco do cine-teatro Caracas. E o Ciclo da Primavera abre em grande, no dia 12 de Março (21h30), com David Fonseca.

O músico de Leiria apresentará aos oliveirenses o seu primeiro disco integralmente composto em português e publicado em outubro de 2015. É a sua sexta edição discográfica a solo que tem recebido os maiores aplausos da crítica especializada.
Sempre surpreendente, também ao nível cénico David Fonseca leva ao público um conceito completamente inédito conjugando, como poucos, dramaticidade com espetáculo ou intimismo com energia, sempre numa envolvente plástica cuidada e única.

No palco “Chama-me que eu vou”, “Deixa ser” ou “Hoje eu não sou” confirmam o génio criativo de David Fonseca que se afirmou com músicas como “Someone that cannot love”, “The 80´s” ou a “Cry 4 love”, também estas com lugar reservado no alinhamento dos espetáculos de “Futuro Eu”.

Quase um mês depois, a nove de Abril, a hora (21h30) é de “Bagunçada à Portuguesa”, uma peça de teatro de revista com aproximadamente duas horas de duração de rábulas humorísticas incidindo na crítica social e na política e alternando com momentos musicais, a solo ou em duetos.

Naquela que será a estreia nacional, em palco vão estar sete prestigiadas figuras, seis delas ligadas ao teatro e à televisão e uma outra no domínio da canção. O elenco que irá divertir os oliveirenses é constituído por Natalina José, Luís Mascarenhas, Paulo Oliveira, Ana Paula Mota, Luís Viegas e Filipa Giovanni.

O Ciclo da Primavera encerra a sete de maio (21h30) com um humorista de eleição: Eduardo Madeira, que se fará acompanhar de Manuel Marques. O “stand up comedy” destes dois  humoristas promete fazer rir, sem parar, a plateia com um surpreendente número de faquires acrobatas e prestidigitação com marmotas. É mesmo de ver, rir e acabar a noite em grande.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *