Albergaria-a-Velha, Sociedade

Albergaria-a-Velha prestou homenagem aos seus ilustres no Dia do Município

Dia Municipio1-SITECom uma população que representa quase sete por cento da Região de Aveiro, o volume de negócios das empresas de Albergaria-a-Velha superou os 950 milhões de euros, em 2014, “números que refletem claramente o caráter empreendedor deste Município, com forte pendor exportador e um dos motores económicos da Região de Aveiro”.

Palavras do Presidente da Câmara de Albergaria, António Loureiro, no sábado, na sessão solene que assinalou os 181 da fundação do Concelho, onde foram entregues medalhas de mérito a um conjunto de personalidades, coletividades e instituições que levam o nome de Albergaria-a-Velha além-fronteiras. António Loureiro agradeceu o esforço e trabalho de todas os distinguidos, pela excelente imagem que dão do Município, por todo o país e pelo mundo fora.

As medalhas de Grau Cobre foram atribuídas ao ciclista Edgar Pinto e ao Centro Cultural, Recreativo e Desportivo do Fial – Grupo de Danças e Cantares do Fial. O corredor profissional de ciclismo de estrada, a correr por uma equipa do Dubai, veio a Albergaria-a-Velha de propósito para receber a medalha. Mostrando orgulho pela distinção, mas lamentando as lesões que tem sofrido, o ciclista prometeu trabalho árduo para levar mais longe o nome de Albergariaa-Velha.

Por seu turno, José Dias da Silva, presidente do Grupo de Danças e Cantares do Fial agradeceu à Câmara Municipal a distinção, entendida como um estímulo para continuar a tarefa de divulgação das danças e cantares tradicionais. O responsável pelo grupo agradeceu a medalha de mérito à Autarquia, já que nunca fora agraciada pelos seus 25 anos de existência.

As medalhas Grau Prata foram atribuídas à ARMAB – Associação Recreativa e Musical Amigos da Branca, representada pela vice-presidente, Vera Marques, ao antigo jogador e treinador de futebol, João Alves, conhecido por “Luvas Pretas”, ao engenheiro e designer industrial da empresa Larus, Pedro Martins Pereira, e ao Sport Clube Alba, atualmente presidido por António Martins Pereira. Um momento que serviu também de homenagem a Augusto Martins Pereira, o fundador da Fábrica Metalúrgica Alba, que está na origem do clube de futebol, onde o “Luvas Pretas” começou a jogar à bola, e cuja família prossegue agora o seu legado.

As medalhas Grau Ouro foram atribuídas a António Laranjeira, antigo presidente do Serviço Nacional de Bombeiros, e à Irmandade da Misericórdia de Albergaria-a-Velha, representada pelo seu presidente Mário Vidal.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *