Albergaria-a-Velha, Sociedade

Mau tempo trouxe cheias e inundações ao Concelho de Albergaria-a-Velha

Mau tempo trouxe cheias e inundações ao Concelho de Albergaria-a-VelhaAs más condições climatéricas que se registaram no fim de semana, com muita chuva e vento forte, provocaram cheias e inundações na zona ribeirinha entre Angeja e Alquerubim, bem como no centro de Valmaior.

Com a subida do caudal dos rios Vouga e Caima foi necessário proceder ao corte de várias estradas, nomeadamente a 230-2, desde a Cambeia até Frossos, e desde Frossos até Loure, e a 577, que liga Alquerubim à Fontinha. A principal via de acesso a Valmaior, desde a estrada nacional 16, também esteve interdita à circulação, bem como a Estrada do Carvalhal. No final do dia de sábado, foi ainda necessário encerrar a 109, entre Cacia e Angeja, bem como a A25, vias sob responsabilidade da Infraestruturas de Portugal e Ascendi, respetivamente. Em Angeja, a Rua da Várzea, a Rua do Ribeiro e a Rua da Fonte estiveram cortadas. Em Valmaior, a zona junto do Supermercado Brasileiro e do futuro parque de lazer, bem como a ponte Velha, na Rua de Santo António, também foram encerradas. Em alguns momentos da intempérie a água do rio Caima chegou a passar por cima da ponte Velha. A ponte Valmaior-Carvalhal e a ponte de Ribeira de Fráguas foram igualmente afetadas pelas águas e estiveram encerradas.

Apesar de não se terem registado casos de pessoas desalojadas ou localidades isoladas, houve várias habitações junto ao Rio Vouga cujo acesso esteve condicionado durante o fim de semana. Os elementos da equipa da Proteção Civil Municipal procederam à deslocação dos habitantes sempre que foi imperativo saírem de casa.

Todas as vias e pontes do Concelho de Albergaria-a-Velha já foram reabertas ao trânsito, com exceção de alguns troços da estrada 230-2. A manter-se a descida gradual das águas, a circulação poderá voltar à normalidade até ao final do dia de ontem. Há ainda registo de derrocadas, muros caídos e caves inundadas. As vias de comunicação, numa primeira análise, não apresentam danos.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *