Sociedade, Torres Vedras, Turismo

Enterro do Entrudo noCarnaval de Torres Vedras

IMG_20160210_214617O último dia do Carnaval mais português de Portugal, quarta-feira de Cinzas, estava guardado para o julgamento de Sua Alteza Real, o Rei do Carnaval de Torres.

O Rei, acompanhado do seu carrasco e das carpideiras, percorreu o centro da cidade até ao Tribunal, onde uma multidão aguardava a sua chegada para o julgamento final.

Já em pleno Tribunal, as testemunhas, a “Morte” e o “bombista”, lembraram os acontecimentos dos últimos meses a nível local, nacional e internacional. A nível local, as testemunhas recordaram a nomeação do ex presidente da Câmara Municipal, Carlos Miguel, como secretário de estado e a subida do ex vice-presidente, Carlos Bernardes, a presidente da Câmara Municipal; o novo Choupal e a ausência de um coreto; o futuro Centro de Artes do Carnaval; e ainda o estacionamento da cidade. Já a nível nacional, referência ao novo Governo liderado por António Costa e ao facto de ter dado um “chuto” no anterior Governo liderado por Passos Coelho. A nível internacional, os ataques bombistas em França levados a cabo pelo Estado Islâmico foram os destaques para satisfação das testemunhas, a “Morte” e o “Bombista”.

A “Morte” deixou também uma mensagem saudosa… uma mensagem do Xico da Bola (Francisco Porfírio) em que saudava todos os presentes e o Carnaval de Torres… momento que mereceu um forte aplauso de todos os que assistiam ao julgamento.

Nas alegações finais, o Rei apelou ao secretário de estado para que zele pela terça-feira de Carnaval e pediu uma nova Rainha à Real Confraria do Carnaval de Torres… alegações que de nada lhe valeram… o Rei foi condenado e enforcado.

 

O Carnaval de Torres Vedras regressa em 2017, com a mesma força e animação.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *