Educação, Évora, Sociedade

Alunos da Universidade de Oxford elaboram projetos de regeneração urbana para Évora

Anexo_DSC_0032Cerca de 30 alunos de arquitetura da Oxford School of Architecture Brooks University, do Reino Unido, estão em Évora, ao longo desta semana, a desenvolver trabalho no âmbito do programa de mestrado em Regeneração Arquitetónica e Desenvolvimento Internacional daquela universidade. Este ano o foco está na elaboração de um projeto de regeneração para o Páteo do Salema depois de, em 2015, ter incidido em propostas para o Convento de São Bento de Cástris.

As ideias dos estudantes britânicos foram apresentadas ontem, dia 28, durante uma mesa redonda que decorreu nas instalações da casa de Burgos – Direção Regional de Cultura do Alentejo, onde os 30 anos da classificação de Évora como Património da Humanidade estiveram também em destaque. Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura, aproveitou a referência à efeméride para desafiar os jovens académicos a fazerem algum tipo de registo do trabalho de campo que possa ser usado nas comemorações da classificação da cidade pela UNESCO.

Eduardo Luciano, Vereador da Cultura da autarquia eborense, realçou a importância «de receber “paraquedistas” que vêm de fora estudar a cidade, com visões inovadoras e que façam a rutura com a realidade existente.» Apesar de estarmos perante trabalhos curriculares «estes projetos podem contribuir para dar pistas para intervenções futuras», acrescentou o autarca.

A iniciativa contou com também com a presença de Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora, de Marcel Vellinga e Julia Wedel, a quem coube a apresentação do trabalho dos alunos da Brooks University. A moderação esteve a cargo de Sofia Aleixo, do Departamento de Arquitetura da academia eborense, a quem coube também a organização do evento.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *