Cultura, Oliveira de Azeméis

Ex-ministro Nuno Crato explica por que vale a pena ler Ferreira de Castro em Oliveira de Azeméis

CratoO ex-ministro da Educação Nuno Crato vai estar em Oliveira de Azeméis no dia 28 de Janeiro para falar do escritor Ferreira de Castro e da sua paixão pela literatura e obra do escritor oliveirense, uma das maiores figuras da literatura portuguesa do século XX.

Que relação pode existir entre um matemático e o autor da obra “A Selva”? Porque é que é importante ler autores clássicos portugueses? Como é que uma obra pode influenciar uma pessoa? Estas e outras questões vão ser respondidas pelo ex-ministro da Educação que, a 28 deste mês, participa na palestra “Por que vale a pena Ler Ferreira de Castro”, integrada nas comemorações dos 100 anos da vida literária de Ferreira de Castro que se prolongam até Janeiro de 2017.

A iniciativa, destinada a professores e alunos, realiza-se às 15h00 na escola secundária com o seu nome e nela o ex-governante revelará a sua faceta de professor de matemática apaixonado pela literatura. Nuno Crato, doutorado em Matemática Aplicada pela universidade de Delaware, Estados Unidos, e Mestre em Métodos Matemáticos para Gestão de Empresas, foi ministro da Educação entre 2011 e 2015.

O ex-ministro dissertará sobre a obra de Ferreira de Castro “A Curva da Estrada” focando-se no contexto histórico do romance, (anterior à guerra civil espanhola) e na afinidade que o escritor estabelece entre o período que a Espanha viveu com a situação política portuguesa da altura.

Numa intervenção mais intimista, a plateia ficará a saber como é que a obra influenciou o antigo ministro da Educação e Ciência que não deixará de abordar pontos de contacto e divergências entre Ferreira de Castro e o neo-realismo de que o escritor oliveirense foi um dos seus percursores.
Após abordagem à obra e à interpretação das personagens, Nuno Crato explicará aos presentes porque é que é importante ler autores clássicos portugueses, entre eles Ferreira de Castro.

A obra e vida do escritor, nascido na freguesia de Ossela no dia 24 de Maio de 1898, estão a ser comemoradas com um vasto programa assente em conferências, exposições, lançamento de um selo e de uma medalha comemorativa, exibição de filmes e sessões evocativas.

As comemorações prolongam-se até Janeiro do próximo ano.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *