Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso apoia natalidade e comércio local

Entrega dezembro naturalanhoso 1Numa sala a abarrotar de bebés, o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, entregou os diplomas referentes a mais 75 apoios NaturaLanhoso. Desde que foi implementada, em 2013, esta medida abrangeu 323 crianças, num investimento superior a 163 mil euros.

“Esta é uma medida social de que muito me orgulho, é um miminho que damos às famílias e ao comércio local. Pomos sempre as pessoas em primeiro lugar e esta é uma forma de fixar a população”, considera o autarca Povoense, lembrando que, em 2015, a Póvoa de Lanhoso renovou a distinção de Autarquia Mais Familiarmente Responsável, o que acontece pelo sexto ano consecutivo.

De uma forma simplificada, poder-se-á dizer que basta nascer Povoense para receber este apoio. Este programa visa promover a natalidade e o comércio local da Póvoa de Lanhoso. Os apoios concedidos têm de ser despendidos com artigos para os bebés recém-nascidos, mas os produtos têm de ser adquiridos nos estabelecimentos localizados no concelho.

Residente na Vila da Póvoa de Lanhoso Ana Paula Oliveira, mãe do Rodrigo, de sete meses, considerou que esta é “uma ajuda. Dá jeito”. Apesar de ainda não ter destino para o valor atribuído, revelou conhecer bem as regras deste apoio. “Ainda não sei em que vou gastar, mas é tudo para o bebé”, disse. Celina Rocha, mãe das gémeas Maria e Francisca, de quatro meses, de Serzedelo, também falou da importância deste apoio. “É muito importante, eu estou desempregada e só o meu marido a trabalhar é complicado. É uma boa ajuda. Vamos gastar o dinheiro em leite, fraldas e coisinhas para as meninas”, referiu. “É uma medida que deve ser mantida, incentiva as pessoas a terem mais filhos. É uma boa ajuda”, finalizou. Rui Machado, pai da Ana Sofia, de três meses, da Vila da Póvoa de Lanhoso, também se mostrou satisfeito. “Esta medida é importante, é de manter, desde que haja essa possibilidade, é importante não só pela questão monetária, mas mais pelo incentivo, estamos num país que está a ficar envelhecido e o apoio à natalidade é muito muito importante. É um miminho e é sempre bem-vindo”, afirmou.

Em 2015, são 129 as crianças Povoenses abrangidas por este apoio financeiro, num investimento superior a 67 mil euros. Em 2014, foram 95 os bebés apoiados por esta medida, num valor de cerca de 52 mil euros. Esta resposta social foi implementada em 2013, ano em que foram apoiados 99 bebés, num investimento de cerca de 44 mil euros.

 

Os valores atribuídos são variáveis: 500 euros para o primeiro e/ou segundos filhos; 750 euros para o terceiro filho; mil euros para o quarto filho e seguintes.

 

Esta entrega realizou-se no dia 22 de dezembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *