Póvoa de Varzim, Sociedade

Município da Póvoa de Varzim presenteia crianças e jovens com parques

unnamed (62)Nem mesmo o mau tempo que se faz sentir no dia 23 impediu o Presidente da Câmara Municipal de inaugurar o Skate Parque no interior do Porto de Pesca.

Aires Pereira começou por reconhecer a disponibilidade da Docapesca em deixar ocupar esta área, bem como a de outros equipamentos que irão surgir dentro da área do porto.

Para o edil, “o melhor reconhecimento para quem faz obras é a utilização”. E este equipamento não podia ser melhor exemplo disso pela “alegria” e “forma massiva como os skaters têm ocupado o espaço. Esta obra foi assaltada antes de ser inaugurada”, constatou. Manifestando-se bastante satisfeito, o Presidente espera, agora, que “usufruam deste espaço e o dinamizem. Estou muito contente com isto. Acho que conseguimos plenamente o objetivo que tínhamos”.

Sobre o investimento de cerca de 120 mil euros, Aires Pereira transmitiu que contou com o financiamento do Fundo de Turismo e o terreno foi disponibilizado pela Docapesca. Este novo espaço atrai muita gente de fora, já cá tendo estado jovens de Aveiro e do Norte de Espanha. Esta é também uma forma de dinamizar o comércio local, nomeadamente, na área da restauração.

O autarca referiu-se ao local como “o cluster dos skates e das bikes, muito interessante para esta zona, até como forma de divertimento para os nossos pescadores que estão lá em cima a olhar para a barra e vão-se divertindo a ver os jovens a evoluir e a cair”.

A descerrar a placa inaugural do Skate Parque estiveram Paulo Alexandre e João Caseira, dois jovens poveiros de 16 anos praticantes de skate e BMX, respetivamente, que já experimentaram o novo equipamento e não lhe pouparam elogios, designando-o como o “melhor” e um foco de atração na nossa cidade.

Para os mais pequeninos, também ficou hoje oficialmente aberta, no Parque da Cidade, a primeira fase do equipamento Parque Infantil.

O Presidente da Câmara revelou que “no próximo ano, vamos duplicar o parque. Já temos prevista a construção da segunda fase. É uma forma de dinamizarmos o Parque da Cidade e das crianças obrigarem os pais a ir até lá. O equipamento está muito bem conseguido, muito bonito, todo em madeira e aconselhável para as nossas crianças e para a sua exercitação e contacto com a natureza”.

Para Aires Pereira, estes espaços são também uma forma de tirar as crianças de casa e libertá-los da utilização das novas tecnologias. Tudo isso tem que ser conjugado com a vida ao ar livre. É fundamental para que a nossa juventude continue a acreditar nos valores da natureza e no desporto.

O autarca revelou tratar-se de um investimento de 100 mil euros este ano, e o mesmo valor no próximo ano, para a segunda fase, que será uma continuidade deste.

E a propósito de equipamentos para os mais jovens, o Presidente anunciou que no próximo ano também irá avançar a estrutura na praia de apoio aos surfistas. “Já temos o projeto preparado e validado pelos surfistas. Foi um jovem arquiteto surfista que nos deu as diretrizes para o projeto. Portanto, conto, ainda durante os meses de janeiro/ fevereiro, instalá-lo em frente ao Café Berlim”.

Aires Pereira reconheceu que “hoje o surf é uma fonte fundamental para o turismo nacional e uma mais-valia para o local” e “temos, na Póvoa, gente com muito valor a disputar campeonatos ao mais alto nível”. Por isso, “faz todo o sentido criar este equipamento durante nove meses, fora da época balnear”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *