Seia, Sociedade

Câmara de Seia distribui cabazes de Natal

visita_ipssCento e cinquenta e cinco famílias receberam, durante a última semana, um Cabaz de Natal, composto por bens alimentares, uma ação solidária para com os mais necessitados, promovida pelo Município de Seia e as juntas de freguesia do concelho.

Enquadrada nas políticas complementares e efetivas de apoio social, esta medida abrange famílias em situação de maior carência económica e social, previamente sinalizadas por equipas técnicas, em parceria com as juntas de freguesia e a Segurança Social.

A distribuição de cabazes de Natal, que termina hoje, está a ser desenvolvida pela Câmara Municipal de Seia e abrange todas as juntas de freguesia do concelho.

Com um investimento na ordem dos 5.000€, Filipe Camelo, Presidente da Câmara Municipal de Seia, considera que a distribuição de cabazes “é uma forma de contribuir para que aqueles que mais precisam possam viver esta época festiva mais felizes, proporcionando uma ceia de Natal mais condigna e reconfortante, nas melhores condições possíveis”.

Entretanto, tendo em consideração o trabalho de proximidade e intervenção social das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho, o executivo municipal inicia hoje, e até à próxima sexta-feira, visitas às IPSS do concelho, um ato simbólico de apreço ao trabalho desenvolvido.

Ainda relativamente à área social, é de assinalar o convívio de Natal que reuniu na Casa Municipal da Cultura, no passado dia 5 de dezembro, 50 famílias numerosas e monoparentais, entre as quais quase uma centena de crianças com idades até aos 12 anos, num total de cerca de 200 pessoas. Este é momento anual dedicado ao convívio entre famílias apoiadas pela rede de lojas e cantinas sociais concelhias – a Entrelaços, com o objetivo de proporcionar um momento diferente na vida destas famílias, funcionando também numa lógica de apoio, à semelhança da ajuda em bens materiais que, ao longo do ano, a rede de lojas sociais e cantinas sociais disponibiliza. Trata-se de um evento suportado em contributos voluntários de algumas entidades, particulares e empresas locais, diluindo assim os custos de organização.

Assim, a organização coube, para além do Município, a algumas das entidades parceiras da Entrelaços (Delegação de Seia da Cruz Vermelha, Santa Casa da Misericórdia de Seia, CLDS3G e Fundação Aurora Borges). Associaram-se com contributos ainda outras Instituições (Solar do Mimo e Associação Loriguense de Apoio à 3ª Idade) e entidades (Grupo de Cantares Gerações de Carragosela e Sena Tuna), bem como particulares (Inês Garcia) e empresas (Sarah Trading, Restaurante Lagoa e Supermercado Intermarchê).

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *